​​​​Saúde dispara 7 milhões de torpedos para incentivar a doação de sangue em SP

​​​​Saúde dispara 7 milhões de torpedos para incentivar a doação de sangue em SP

Campanha em parceria com o Instituto Embratel Claro visa garantir estoques durante o inverno

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai usar sete milhões de mensagens de SMS para incentivar a população a doar sangue e, assim, garantir os estoques de bolsas nos hospitais públicos durante o período de inverno. A campanha começa nesta segunda-feira, 20 de julho, em parceria com o Instituto Embratel Claro.

Até 24 de julho serão enviadas, diariamente, cerca de 1,4 milhão de torpedos aos usuários da operadora em todo o Estado para conscientizá-los sobre a importância da doação de sangue e convocá-los a colaborarem com o aumento dos estoques.

O Estado de São Paulo é responsável por 25% do sangue coletado no país. São mais de 850 mil bolsas por ano, e, segundo a Hemorrede da Secretaria, nos meses de junho e julho, as doações caem cerca de 30%. Cerca de 20 mil bolsas deixam de ser coletadas nesta época.

“A grande incidência de doenças respiratórias, as férias escolares e o tempo frio são motivos que fazem com que a doação de sangue diminua, porém neste período ela é fundamental para evitar a queda nos estoques”, diz Dante Langhi, coordenador da Hemorrede estadual.

Para doar sangue basta apresentar boas condições de saúde, estar alimentado (porém evitar a ingestão de comida gordurosa nas 4 horas que antecedam a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes da coleta), ter entre 16 e 67 anos, pesar no mínimo 50 kg e levar documento de identidade original com foto.

A relação de pontos de coleta do Estado e outras informações sobre o assunto estão disponíveis no site da Secretaria: www.saude.sp.gov.br/doesangue.

COMENTÁRIOS