10 perguntas sobre Tabagismo | #SaúdeResponde

10 perguntas sobre Tabagismo | #SaúdeResponde

A nicotina e as substâncias contidas no cigarro e em derivados como o charuto, cachimbo, cigarro de palha, fumo de rolo ou narguilé, são responsáveis por provocar até 50 tipos de doenças, segundo a Organização Mundial da Saúde. Entre as mais graves e mortais estão o câncer e o infarto.

Parar de fumar exige muita força de vontade e empenho. Mas, para quem se torna dependente do tabaco, isso não é suficiente para largar o vício. É muito importante pedir ajuda nesses casos, pois além do fumante, as pessoas que estão no mesmo ambiente também são afetadas pela fumaça.

Conversamos com a médica cardiologista Jacqueline Scholz, diretora do programa de combate ao tabagismo do Instituto do Coração.

Confira 10 perguntas sobre o assunto:

1.Os adesivos de nicotina são eficientes para largar o cigarro?

2.Como parar de fumar sem engordar?

3.Quais os riscos que crianças que vivem com fumantes estão suscetíveis?

4.O que acontece com um fumante passivo e como a Lei Antifumo ajuda a diminuir infartos e AVC?

5.Qual a relação entre ansiedade e o tabagismo?

6.Como a nicotina atua no corpo e porque é necessário combatê-la?

7.O que acontece ao parar de fumar? Há idade para isso?

8.Como evitar recaídas?

9.É mais difícil para a mulher parar de fumar?

10.Que doenças o cigarro pode ocasionar?

 

O Governo do Estado oferece programas para quem está decidido a parar de fumar. Eles são oferecidos pelo Centro de Referência  de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod). Os interessados devem procurar o serviço de Atendimento de Tabagismo. Confira os endereços e como entrar em contato.

Além de atender aos fumantes, o Cratod também capacita profissionais de todo o Estado para implantação de novos serviços de tratamento de dependentes de tabaco.

COMENTÁRIOS