1ª fase da Olimpíada Nacional de Ciências tem mais de 1,8 milhão de participantes

1ª fase da Olimpíada Nacional de Ciências tem mais de 1,8 milhão de participantes

 
Entre a última quinta-feira (15) e o sábado (17), foi realizada a 1ª fase da 4ª edição da Olimpíada Nacional de Ciências (ONC), competição que engloba matérias como Biologia, Física, Química e Astronomia.

Mais de 1,8 milhão de alunos realizaram a avaliação em suas próprias instituições de ensino, que eram responsáveis pela inscrição. Para poder participar, os estudantes deveriam estar regularmente matriculados no 9º ano do Ensino Fundamental, no Ensino Médio (1ª, 2ª ou 3ª série) ou na 4ª série do Ensino Técnico, desde que não tivessem ingressado em curso superior.

A coordenadora nacional da Olimpíada Brasileira de Biologia e membro da Comissão Executiva da ONC, a pesquisadora do Butantan Sonia de Andrade, disse que é importante ver cada vez mais pessoas realizando este tipo de avaliação. “As olimpíadas existem para incentivar os estudantes, de modo geral. Ver tantos jovens se interessando pela ciência, é realmente gratificante”, afirma.

O gabarito da 1ª fase deverá ficar disponível nesta segunda (19), a partir das 23h50, no site.

Os alunos que forem aprovados para a segunda etapa poderão realizar a prova no dia 21 de setembro, em locais que ainda serão divulgados pelas coordenações estaduais.

Desenvolvida pelo Instituto Butantan, Sociedade Brasileira de Física (SBF), Associação Brasileira de Química (ABQ) e Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), a Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) é promovida e executada pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

COMENTÁRIOS