Alckmin inaugura AME Mais em Amparo

Alckmin inaugura AME Mais em Amparo

O governador Geraldo Alckmin inaugura neste sábado, 1º de julho, em Amparo, o novo Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Mais da região.

A unidade da Secretaria de Estado da Saúde será referência para atendimento ambulatorial para nove cidades e ofertará 48 especialidades médicas e não médicas, além de exames e cirurgias de menor complexidade.

Para implantação do serviço foram investidos R$ 3,5 milhões na compra de equipamentos e mobiliários. A Unicamp será gestora da unidade que terá, ao longo deste ano, um custeio de R$ 4,6 milhões.

O novo AME Mais Amparo visa proporcionar à população da região atendimento médico ambulatorial especializado, voltado para a investigação diagnóstica, orientação terapêutica e resolutividade cirúrgica.

A unidade possui área física de 2,6 mil m² e conta com 16 consultórios médicos, cinco consultórios para outras especialidades, 16 salas para exames, duas salas para repouso, além de espaços específicos para medicação. Há ainda um centro cirúrgico com uma sala para preparação pré-cirúrgica e duas salas cirúrgicas para realizar procedimentos de baixa e média complexidade.

O novo AME atenderá a uma população de 257 mil pessoas de nove cidades: Águas de Lindóia, Amparo, Arthur Nogueira, Holambra, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedreira e Santo Antônio de Posse e Serra Negra.

A implantação ocorrerá de forma gradativa. Até o final deste ano, o AME de Amparo realizará 11,5 mil consultas médicas, 4,3 mil consultas não médicas, 380 procedimentos cirúrgicos e cerca de 8 mil exames diagnósticos. Em atividade plena, a produção anual será de 83,5 mil consultas médicas, 24 mil consultas não médicas, 700 procedimentos cirúrgicos ambulatoriais e mais de 120 mil exames diagnósticos.

“A entrega do AME Mais em Amparo representa um ganho extraordinário para a saúde da região e reafirma o compromisso do governo paulista de ampliar e fortalecer a assistência gratuita à população, oferecendo atendimento médico especializado e de qualidade”, diz David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

Quando o AME estiver operando plenamente, serão oferecidas 40 especialidades médicas. Na fase inicial, serão 19, que incluem Cardiologia, Cirurgia Plástica, Dermatologia, Endocrinologia, Ortopedia/Traumatologia, por exemplo. Posteriormente, serão inclusas Cirurgia Geral, Geriatria, Infectologia e outras. Além disso, haverá outras oito especialidades não médicas, como Nutrição, Psicologia e Terapia Ocupacional, além de 20 tipos de exames diagnósticos e terapêuticos.

O AME Amparo fica na avenida Dr. Carlos Burgos, s/n Centro, e funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. A região de Campinas também conta com outros três AMEs Mais, em Atibaia, Jundiaí e Santa Bárbara D’Oeste.

AMEs

Os AMEs são serviços de alta resolutividade, com modernos equipamentos, que oferecem consultas, exames e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes. O novo modelo começou a ser implantado em 2007 no Estado de São Paulo. Atualmente o Estado conta com 56 AMEs, incluindo o novo AME de Amparo.

A instalação dessas unidades é definida após avaliação técnica da demanda por atendimentos ambulatoriais na rede pública de saúde de cada região. Os atendimentos nos AMEs são referenciados e programados, mediante encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde. O agendamento das consultas é feito pelos próprios postos de saúde, mediante sistema informatizado da Secretaria.

O objetivo dos AMEs é proporcionar atendimento de forma próxima e acessível ao cidadão, por meio da prestação de um conjunto de serviços que garantam uma intervenção rápida e eficaz, a fim de promover o diagnóstico precoce, orientar a terapêutica e ampliar a oferta de serviços ambulatoriais especializados, atendendo à necessidade regional nos problemas de saúde que não podem ser plenamente diagnosticados ou orientados na rede básica, pela sua complexidade, mas que não precisam de internação hospitalar ou atendimento urgente.

COMENTÁRIOS