Acupuntura e homeopatia são temas de congresso no Hospital das Clínicas de Botucatu

Acupuntura e homeopatia são temas de congresso no Hospital das Clínicas de Botucatu

Acupuntura e Homeopatia foram temas de congresso realizado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), vinculado à Universidade Estadual Paulista (Unesp). O evento foi realizado no dia 8 de novembro.  

A coordenadora do II Congresso Médico Acadêmico de Acupuntura e Homeopatia comemorou a importância de discutir esses temas com os profissionais de saúde. “Falar abertamente sobre acupuntura e homeopatia seria inimaginável alguns anos atrás. É uma abertura progressiva, recente, mas muito ampla. Os profissionais de saúde vêm se mostrando cada vez mais interessados em saber sobre essas práticas integrativas”, explica. 

O evento foi organizado pela Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), da Unesp, pelo Departamento de Gestão de Atividades Acadêmicas e pelo Serviço de Acupuntura e Homeopatia do HC. 

A mesa de abertura foi composta pelo superintendente do HCFMB, André Balbi, pela diretora da FMB, Maria Cristina Pereira Lima e pelas coordenadoras do congresso, Renata Lemonica e Maria Doris Bedoya Henao. 

Na ocasião, Maria Doris Bedoya Henao destacou a relevância dos temas. “Hoje, vemos que a acupuntura e a homeopatia são acolhidas pela ciência, sobretudo com grandes trabalhos. Estamos à disposição para esclarecer qualquer assunto dentro da área”, disse. 

Já a professora Maria Cristina Pereira Lima, diretora da FMB, lembrou que, quando ainda era estudante de Medicina, práticas como a acupuntura e a homeopatia eram consideradas alternativas. “Agora, como diretora, agradeço pela oportunidade de os alunos poderem debater de forma mais ordenada e sistemática esses temas”, ressaltou. 

Para André Balbi, superintendente do HCFMB, as práticas integrativas para o hospital e a faculdade são fundamentais. “Esses são temas diferentes. E, como somos um hospital referência, precisamos de ações diferentes, de atividades complementares”, afirmou. 

Durante o evento, a pianista e musicoterapeuta Cristina Andreatti promoveu uma apresentação de músicas clássicas. No congresso, Renata Lemonica apresentou um histórico do Departamento de Homeopatia do HCFMB, a área de atuação e perfil dos pacientes, avanços e panorama da homeopatia no Brasil e no mundo. 

“Temos um trabalho de mais de 20 anos dentro do HC e que também desponta no cenário brasileiro. Existem poucos serviços como o nosso e com todo esse espaço para divulgar o conhecimento acadêmico”, completou. 

Já Maria Doris Bedoya Henao contou parte da trajetória profissional, da importância da disciplina e citou o aumento progressivo do interesse dos estudantes da graduação e da pós-graduação em assuntos como a acupuntura e a homeopatia. 

“A pesquisa também cresce, principalmente o número de pacientes aderindo a esses tratamentos, que possuem menos efeitos colaterais e um custo mais baixo”, finaliza. 

COMENTÁRIOS