Alckmin inicia obra de modernização do PS de Pindamonhangaba

Alckmin inicia obra de modernização do PS de Pindamonhangaba

Investimento do Governo do Estado para reforma e adequação do pronto-socorro municipal é de R$ 1,5 milhão; obras garantem a duplicação do espaço e uma área específica para o atendimento de emergência infantil

 O governador Geraldo Alckmin dá início nesta segunda-feira, 10 de julho, aniversário de Pindamonhangaba, às obras de adequação e modernização do Pronto Socorro Municipal da cidade.

Com investimento de R$ 1,5 milhão do governo do Estado, a reforma permitirá a duplicação do espaço físico do PS. Com a conclusão das adequações, a unidade contará com dois andares de atendimento e o piso superior será transformado para atendimento exclusivo a emergências infantis, além de garantir a ampliação dos leitos. Serão implantados mais quatro leitos para adultos, totalizando 12 na unidade; dois leitos de semi-intensiva, sendo um adulto e um infantil, um de emergência e um de isolamento.

O Pronto Socorro Municipal de Pindamonhangaba é uma das referências em assistência de baixa e média complexidade na região, realizando cerca de 500 a 800 atendimentos por dia. A reforma ajudará no aprimoramento do fluxo interno dos pacientes, possibilitando mais agilidade e conforto.

“O Estado está permanentemente empenhado em fortalecer a assistência à população do Vale do Paraíba. Há outras obras na região, como os novos hospitais estaduais de São José dos Campos e do Litoral Norte, em Caraguatatuba, além de outras obras do programa “Saúde em Ação”. A reforma do PS de Pindamonhangaba é mais uma iniciativa do governo para de contribuir e auxiliar os municípios com o atendimento de seus pacientes”, afirma o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

 

Investimentos no Vale do Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde trabalha permanentemente na busca de investimentos e melhorias na área da saúde na região do Vale do Paraíba.

Um investimento de destaque na região são as obras previstas no programa “Saúde em Ação”, parceria da pasta com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que viabiliza mais de 160 obras em 70 municípios paulistas, com investimento superior a R$ 820 milhões. Somente na região Somente no Vale do Paraíba, serão investidos R$ 230 milhões, incluindo a construção do novo Hospital Regional do Litoral Norte, em Caraguatatuba. O hospital oferecerá 186 leitos médicos, divididos entre clínica médica e cirúrgica, ortopedia, traumatologia, neurocirurgia e UTI Adulto. O objetivo da implantação da nova unidade é garantir atendimento especializado e de alta complexidade para os moradores de toda a região do Litoral Norte. Além disso, serão construídos sete Caps (dois em Caraguatatuba, dois em Ubatuba, dois em São Sebastião e um em Ilhabela) e quatro clínicas (duas em Ubatuba, uma em Caraguatatuba e uma em São Sebastião), além das reformas de uma UBS em Ubatuba e da Ala Psiquiátrica do Hospital Stela Maris, em Caraguatatuba. Do total a ser investido, 70% são provenientes do BID e 30% são recursos do Tesouro do Estado.

Além disso, está em andamento a construção do Hospital estadual de São José dos Campos, por meio de um contrato de PPP (Parceria Público-Privada) inédito para a construção de novos hospitais estaduais. O investimento previsto é de R$ 200 milhões nas obras da nova unidade, que vai contar com 178 leitos, sendo 44 de UTI, além de oito salas cirúrgicas. O hospital terá certificação de Qualidade Nacional e Internacional e deverá realizar atendimentos de média e alta complexidade, com prioridade de atendimentos em traumas ortopédicos e neurologia.

A pasta também já repassou R$ 3 milhões à Prefeitura de Taubaté para execução as obras da unidade Lucy Montoro e do AME, que será referência na região do Vale do Paraíba como AME Mais, ofertando, além de exames e consultas, pequenas cirurgias no regime de Hospital-Dia.

 

COMENTÁRIOS