Alckmin libera mais R$ 26,9 milhões às santas casas de Marília

Programa estadual prevê investimentos de R$ 535 milhões em complemento dos valores repassados a hospitais filantrópicos que atendem pela rede pública

O governador Geraldo Alckmin lança nesta quarta-feira, 11, um programa de auxílio às santas casas e hospitais filantrópicos que prevê o repasse de mais do que o dobro do valor extra total enviado pela Secretaria de Estado da Saúde a essas instituições. Serão beneficiadas 117 entidades, com investimento da Secretaria de Estado da Saúde de R$ 535 milhões já no próximo ano. Na região de Marília, 13 entidades receberão R$ 26,9 milhões extras do governo do Estado.

“O programa dá racionalidade ao sistema. O pagamento complementar mensal começa fortalecendo a estrutura de 117 santas casas que têm vocação para fazer os atendimentos mais complexos”, destacou o governador. “A ajuda extra vai consolidar o atendimento de qualidade com bons serviços, especialistas e beneficiando o sistema como um todo”.

A secretaria classificou, para definir os valores a repassar, as santas casas em três tipos: os “hospitais estruturantes”, que são aqueles de referência em atendimentos complexos, como cirurgias cardiovasculares e torácica, hemodiálise e neurocirurgias; os “hospitais estratégicos”, de médio porte, que servem como retaguarda aos estruturantes, e os hospitais de apoio, que são os de pequeno porte.

Para tornar o acesso da população aos cuidados de saúde mais justo, equitativo e adequado às suas necessidades e ao potencial produtivo do sistema de saúde, todas as unidades que receberão os recursos do programa irão disponibilizar suas internações, consultas e exames para acompanhamento no Sistema de Informação Estadual de Regulação, garantindo transparência na relação de parceria entre gestor e prestador.

“Na prática estamos realizando um reajuste da tabela SUS, congelada há anos pelo governo federal e que na prática não cobre os custos reais dos procedimentos, gerando prejuízos financeiros às santas casas e hospitais filantrópicos. Quem ganha com isso é a população mais carente, que poderá contar com mais oferta de exames, consultas e cirurgias em cada região do Estado”, afirma o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

Região de Marília PRÓ-Santa Casa estadual/mês Incentivo Santas Casas Complemento estadual
SANTA CASA DE OURINHOS

84.000,00

767.635,90

851.635,90

SANTA CASA DE MARILIA

143.000,00

634.643,86

777.643,86

HOSPITAL SAO FRANCISCO TUPA

35.000,00

39.342,28

74.342,28

SANTA CASA DE TUPA

35.000,00

38.694,06

73.694,06

SANTA CASA DE MISERICORDIA DE PALMITAL

24.500,00

12.290,24

36.790,24

HOSPITAL SAO LUCAS

28.000,00

14.002,24

42.002,24

SANTA CASA MISER STACRUZ RIO PARDO

28.000,00

21.209,13

49.209,13

SANTA CASA DE PARAGUACU PAULISTA

52.500,00

25.664,64

78.164,64

SANTA CASA DE MISERICORDIA DE OSVALDO CRUZ

17.500,00

12.497,03

29.997,03

SANTA CASA DE ASSIS

63.000,00

36.696,00

99.696,00

SANTA CASA DE ADAMANTINA

52.500,00

28.807,70

81.307,70

SANTA CASA DE SALTO GRANDE

28.000,00

8.301,29

36.301,29

SANTA CASA POMPEIA

11.900,00

5.842,52

17.742,52

COMENTÁRIOS