Alckmin nomeia 52 novos médicos e 191 servidores para a Saúde

Alckmin nomeia 52 novos médicos e 191 servidores para a Saúde

Reforço inclui 126 oficiais de saúde, 20 enfermeiros, entre outros servidores, que trabalharão no fortalecimento do atendimento ao usuário SUS Paulista

 

O governador Geraldo Alckmin nomeou 243 novos profissionais, habilitados via concurso público, para atuarem na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

São 52 médicos que prestarão atendimento em hospitais estaduais da capital paulista (Mandaqui, Vila Nova Cachoeirinha, São Mateus, Cândido Fontoura, Interlagos, Emílio Ribas), na região metropolitana (Ferraz de Vasconcelos), Baixada Santista (Guilherme Álvaro) e interior do Estado (Conjunto Hospitalar de Sorocaba).

Além dos médicos, foram nomeados outros 126 oficiais de saúde, 20 enfermeiros, 11 auxiliares de saúde, oito técnicos de enfermagem, sete farmacêuticos, cinco fisioterapeutas, três terapeutas ocupacionais, três agentes de saúde, dois técnicos de laboratório, dois biólogos, dois educadores físicos, um nutricionista e um assistente social.

Esses profissionais vão desempenhar funções na sede da própria Secretaria, em unidades da capital (Adolfo Lutz, Guaianases, Butantan, entre outras), região metropolitana (Arnaldo Pezzuti, de Mogi das Cruzes, e Ferraz de Vasconcelos) e no interior do Estado (Assis, Bauru, Marília, Presidente Prudente, Santa Rita do Passa Quatro e Sorocaba).

“São contratações que reforçam o compromisso do governo paulista para a ampliação da assistência à população usuária do SUS, com reflexo direto na qualidade e na quantidade dos atendimentos realizados nas unidades estaduais de saúde”, afirma o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

COMENTÁRIOS