Alckmin nomeia mais 26 médicos e 98 servidores para a Saúde

Alckmin nomeia mais 26 médicos e 98 servidores para a Saúde

Reforço inclui 12 técnicos de enfermagem, 34 enfermeiros, entre outros; nomeações visam melhorar atendimento aos usuários do SUS

 

O governador Geraldo Alckmin nomeou 124 novos servidores públicos estaduais para a área da Saúde. São 26 médicos, 12 técnicos de enfermagem, dois psicólogos, 34 enfermeiros, quatro assistentes técnicos, 15 coordenadores e diretores, dois encarregados, três agentes de saúde, três oficiais de saúde, oito assistentes sociais, três analistas socioculturais, dois técnicos radiologistas, dois técnicos de laboratório, seis fisioterapeutas e um terapeuta ocupacional que irão atuar nos serviços da Secretaria de Estado da Saúde (veja nomes abaixo).

Os nomeados irão complementar o quadro de funcionários da Secretaria. As nomeações levaram em conta a necessidade de reforçar o atendimento à população usuária do SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o Estado.

Os servidores vão trabalhar nos hospitais do Mandaqui, Centro de Referência da Saúde da Mulher, São Mateus, Taipas, Emílio Ribas, Guaianases, na capital paulista, além do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo.

Os nomeados também vão atuar em diversos serviços estaduais de saúde nas regiões de Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, Sorocaba, Osasco, Mogi das Cruzes, Araçatuba, Bauru e São João da Boa Vista.

“Essas novas contratações reforçam o compromisso do governo paulista com a ampliação da assistência à população usuária do SUS e deve refletir diretamente na qualidade e quantidade de atendimentos realizados nas unidades de saúde do Estado”, diz o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

Os novos servidores foram aprovados em concursos públicos promovidos pela Secretaria. A nomeação dos novos servidores será publicada no Diário Oficial do Estado neste sábado, 28 de dezembro.

COMENTÁRIOS