Assista este exclusivo tour 360º da Casa de Afrânio do Amaral no Butantan

Assista este exclusivo tour 360º da Casa de Afrânio do Amaral no Butantan

Afrânio Pompílio Gastos do Amaral dirigiu o Instituto Butantã pouco depois de sua criação, em duas fases: de 1919 a 1921 e de 1928 a 1938.  Foi pioneiro no estudo detalhado e descritivo, em 1920, da jararaca-ilhoa, cujo veneno é mais potente que o da jararaca existente no continente. O habitat dessa serpente é a Ilha de Queimada Grande.

A Casa

Construída pelo então diretor do Instituto Butantan, Afrânio do Amaral em sua segunda passagem pela direção do Instituto entre 1928 e 1938, tendo sido inaugurada no ano de 1931 como residência.

Recebeu outras diversas funções ao longo de sua história, sendo hospital e museu nas décadas seguintes e, atualmente, sede das diretorias do Instituto e da Fundação Butantan.

COMENTÁRIOS