#BalançoTrimestral: maior fábrica de vacina contra gripe do Hemisfério Sul

#BalançoTrimestral: maior fábrica de vacina contra gripe do Hemisfério Sul

O Governador João Doria entregou no dia 23 de fevereiro a reforma, ampliação e modernização da fábrica de vacina contra a gripe do Instituto Butantan, que passou a ter capacidade instalada para a produção de 140 milhões de doses por ano. Com a ampliação, o Instituto passa a ter a maior fábrica do gênero no Hemisfério Sul.

“O conhecimento e a experiência científica do Butantan permitiram que a produção de vacinas fosse representativa para todos os países”, disse o Governador João Doria.

“Em abril, faremos a doação de 1 milhão de doses de vacina contra a gripe igualmente para proteger a população na região da fronteira. Essas vacinas vão atender tanto a comunidade brasileira como a venezuelana”, finalizou.

Para a reforma e modernização, foram investidos R$ 83 milhões provenientes da Fundação Butantan. A ampliação incluiu, além de reforma, aquisição e readequação de equipamentos. Com o aumento da capacidade de produção, o Instituto planeja a exportação do produto. Para isso, está adequando a fábrica para a pré-qualificação junto à Organização Mundial de Saúde (OMS), permitindo que a vacina contra influenza produzida pela instituição seja fornecida para outros países.

Doação para Venezuela

Na ocasião, também foi anunciada a doação de um milhão de doses de vacina contra a gripe para a população da Venezuela, além de 1.700 frascos de soro contra picadas de serpentes e aranhas para auxiliar o país latino, que enfrenta uma crise política e humanitária.

As doações serão destinadas principalmente para os moradores da fronteira da Venezuela com o Brasil. “A oportunidade surgiu devido à ampliação de uma fábrica de produção de vacinas da influenza, que passou de uma capacidade de pouco mais de 50 milhões para 140 milhões de doses de vacinas por ano”, conta o diretor do instituto, Dimas Tadeu Covas.

COMENTÁRIOS