#BalançoTrimestral: mutirão para tratamentos oncológicos

#BalançoTrimestral: mutirão para tratamentos oncológicos

Em fevereiro, o Governo do Estado anunciou uma iniciativa para agilizar o tratamento de pacientes com câncer. A Secretaria montou estratégias para ampliar a oferta de consultas em oncologia para atendar uma demanda de aproximadamente 2,5 mil pacientes inseridos na regulação da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer.

Serviços foram habilitados, como a Santa Casa de São José dos Campos e o Hospital Regional de Assis – e estão disponibilizando agendas.

“Identificamos uma demanda reprimida muito alta, e por isso estamos realizando estratégias alternativas para não prejudicar a rotina de atendimento da demanda da unidade e, sobretudo, agilizar a assistência especializada aos pacientes com câncer”, afirmou o Secretário de Estado da Saúde de São Paulo, José Henrique Germann Ferreira.

Novas contratualizações foram firmadas para o aumento da oferta, como 500 novas vagas para o atendimento de  pacientes com de câncer de próstata no Centro de Referência em Saúde do Homem, em fevereiro. Novas vagas também foram disponibilizadas no Hospital Heliópolis, além da contratação de profissionais de saúde na unidade e no Pérola Byington.

A partir de março, outros serviços também ampliaram o atendimento oncológico, como o Hospital Estadual Mario Covas, com 96 vagas mensais em oncologia cirúrgica, o Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, com 1 mil novos  tratamentos em oncologia clínica. A previsão é que outros serviços, como o Conjunto Hospitalar de Sorocaba e o Hospital Geral de Guarulhos também ampliem a oferta no serviço de oncologia nos próximos meses.

“O paciente não pode esperar frente à possibilidade de ser atendido em uma situação de maior gravidade”, conclui o Secretário.

 

COMENTÁRIOS