#BalançoTrimestral: Plano Estadual de Combate ao Aedes

#BalançoTrimestral: Plano Estadual de Combate ao Aedes

Em fevereiro, o Governo do Estado de São Paulo colocou em prática o Plano Estadual de Combate ao Aedes – transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus – com a finalidade de envolver a sociedade e os municípios paulistas em torno da necessidade de eliminação de focos do mosquito.

“As ações foram concentradas nas áreas de maior risco e onde, no ano passado, houve uma incidência maior de casos de dengue”, disse o governador João Doria.

Ações como arrastões, limpezas e eliminação de criadouros, além de distribuição de materiais informativos foram realizadas em parceria com a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), Defesa Civil, Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), Secretaria do Meio Ambiente e Prefeituras Municipais. Houve também treinamento de capacitação de profissionais para atuar no combate ao vetor e na orientação da população.

Atividades especiais, com a participação do Secretário e Coordenadores da pasta, aconteceram em cidades como Rio Preto, Araçatuba, Andradina e Bauru durante a Semana de Mobilização.

“A expectativa é que todos os paulistas mantenham o compromisso de cuidar das próprias residências e de orientar vizinhos, amigos e familiares sobre a importância do apoio mútuo na eliminação de criadouros. Contamos com o apoio de todos para a prevenção da dengue, zika e chikungunya”, declara o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

Atualmente, o sorotipo 2 da doença circula no Estado, impactando no aumento de casos e em quadros clínicos potencialmente mais graves. Até o momento, o Estado registrou 60.339 casos de dengue e 46 óbitos.

COMENTÁRIOS