Barco chinês estende programa de reabilitação do câncer de mama

Barco chinês estende programa de reabilitação do câncer de mama

Novo Barco Dragão dá início a ações do 'Outubro Rosa' do Icesp e aumenta vagas no Remama, que usa o remo na recuperação de mulheres

O Barco Dragão, embarcação oficial para competições de remo é destinado a pacientes que fizeram tratamento contra o câncer de mama no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), unidade do Hospital das Clínicas, ligado à Secretária da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP.

A aquisição do Barco Dragão, que veio diretamente da China, foi patrocinada pela Associação para a Educação, Esporte, Cultura e Profissionalização da Divisão de Reabilitação do Hospital das Clínicas (AEDREHC). Com ele, haverá o aumento no número de vagas dentro do programa, que tem o remo como aliado na reabilitação de mulheres que passaram pelo tratamento oncológico.

O programa “Remama”, realizado pelo Icesp e a Rede de Reabilitação Lucy Montoro, ligada à Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e, também, em parceria com o Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp), foi lançado em 2013, inspirado em um movimento mundial de superação da doença através do esporte.

COMENTÁRIOS