Bom Prato inaugura 55ª unidade em Jandira

Bom Prato inaugura 55ª unidade em Jandira

Nesta quarta-feira (14), foi inaugurada na cidade de Jandira, na Grande São Paulo, a 55ª unidade do restaurante popular Bom Prato. A cerimônia de inauguração teve a presença do governador Márcio França, do secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento Jr., e do prefeito do município, Paulo Barufi.

“O Bom Prato é uma iniciativa de sucesso do Governo do Estado de São Paulo. É muito importante que equipamentos do tipo sejam usados na plenitude. Acho que é uma grande ação, que ajuda muitos cidadãos. Tenho certeza de que a unidade de Jandira manterá a tradição de ser uma das melhores do Estado”, destaca o governador Márcio França.

Vale ressaltar que o Governo Paulista investiu, ao todo, recursos da ordem de R$ 1,5 milhão na obra. Já a administração municipal disponibilizou R$ 250,8 mil para o projeto. O Bom Prato de Jandira servirá 1,5 mil refeições por dia: serão 1,2 mil no almoço (por R$ 1,00) e 300 no café da manhã (por R$ 0,50). Crianças até seis anos têm acesso gratuito.

Qualidade

O cardápio da inauguração foi composto por espeto misto (bovino e linguiça toscana), farofa brasileira, salada de pepino palito ao vinagrete, suco de uva e melancia, de sobremesa.

“Trata-se do programa nutricional mais importante do Brasil e um dos maiores do mundo na quantidade de refeições servidas. O segredo do sucesso do Bom Prato está na alta qualidade dos alimentos, com fiscalização rígida dos produtos e serviços prestados ao público”, salienta Gilberto Nascimento Jr.

O restaurante funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h às 9h, no café da manhã, e a partir das 11h (até o término da cota diária durante o almoço). O posto está localizado na Rua Elton Silva, 300, no centro da cidade.

Abrangência

Maior programa de segurança alimentar do País, a rede de restaurantes populares Bom Prato oferece alimentação balanceada e de qualidade, com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado, a iniciativa é coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e serve cerca de 90 mil refeições diariamente. Desde a inauguração, em 2000, já serviu mais de 202 milhões de refeições e investiu um valor superior a R$ 565 milhões.

Para a coordenadora da Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado – pasta responsável pelo programa Bom Prato – a nutricionista Rita Dalmaso explica que a “alimentação tem elevado valor nutritivo e procuramos parcerias que buscam os melhores preços”. Além disso, “a comida também é uma forma de acolhimento e socialização”, conta.

No total, são 55 unidades em funcionamento: 22 localizadas na capital, dez na Grande São Paulo, seis no litoral e 17 no interior. O almoço, com 1.200 calorias, é composto, em geral, por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa.

No café da manhã, que tem valor tabelado de R$ 0,50, com 400 calorias em média, são oferecidos leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação.

“Nosso desafio diário é proporcionar a melhoria da qualidade de vida da população do Estado. Nossa principal motivação é fazer com que todos fiquem satisfeitos com o atendimento e a alimentação de qualidade”, enfatiza a diretora da rede Bom Prato, Thêmis Kleiber.

COMENTÁRIOS