Exposição de artes com fotos ampliadas do universo microscópico segue até 25 de janeiro no Butantan

Exposição de artes com fotos ampliadas do universo microscópico segue até 25 de janeiro no Butantan

A entrada é gratuita; oficinas serão oferecidas nos dois primeiros dias

A exposição Amplifique!, uma mostra de arte com fotos ampliadas do universo microscópico, do Instituto Butantan, órgão da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, segue até o dia 25 de janeiro. A iniciativa faz parte da 3ª Mostra de Arte Científica Brasileira. Com entrada gratuita, os  interessados podem mergulhar neste extraordinário universo entre 9h e 16h30.

A mostra foi organizada no âmbito do projeto ArtBio, que desenvolve ações multidisciplinares que visam unir Ciência e Arte, como ferramenta para a educação. Nas edições anteriores da Mostra de Arte Científica Brasileira, foram promovidas exposições na cidade do Rio de Janeiro, no Museu da Maré, no Museu do Amanhã e no Aeroporto Internacional Tom Jobim, dentre outros locais de grande visitação.

 

Sobre a ArtBio

A ArtBio desenvolve projetos que cruzam disciplinas, criam pontes e conectam pessoas em diferentes plataformas. O projeto estimula o compartilhamento de conhecimentos e a troca de experiências e saberes em dinâmicas que auxiliam na construção de questionamentos sensíveis. Para a ArtBio, a cultura funciona como educação permanente não formal e a ciência como parte integrante da cultura.

Sobre o Butantan

O Instituto é o principal produtor de imunobiológicos do Brasil, sendo o responsável pelo fornecimento de 60 milhões de doses da vacina da gripe para o Ministério da Saúde em 2019, por exemplo. Além disso, o instituto também possui 27 laboratórios que trabalham com pesquisa básica e aplicada nas áreas de biologia e biomedicina, ligadas, direta ou indiretamente, à Saúde Pública.  O Butantan também realiza missões científicas no país e no exterior, por meio da Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização Panamericana de Saúde, ONU (Organização das Nações Unidas) e Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), contribuindo para a melhoria da saúde global.

O instituto também mantém coleções científicas zoológicas e desenvolve atividades educacionais e culturais por meio de quatro museus: Biológico, Histórico, de Microbiologia e de Saúde Pública Emílio Ribas. Por fim, o Butantan também capacita mão-de-obra especializada por meio de seu Programa de Pós-Graduação, de seu MBA em Gestão da Inovação em Saúde e de cursos de extensão.

Serviço:

Local: Centro de Difusão Científica (CDC) no Instituto Butantan (Avenida Vital Brasil, 1.500, Butantã)

A exposição estará em cartaz até o dia 25 de janeiro, todos os dias, das 9h às 16h30

Gratuito.

 

COMENTÁRIOS