Butantan realiza atividade na 4ª edição da Virada da Maturidade

Butantan realiza atividade na 4ª edição da Virada da Maturidade

Aproximadamente 20 pessoas da terceira idade participaram na última sexta (12), da atividade “Árvores Maduras do Butantan – Conhecendo as Árvores Mais Antigas do Parque”, que fez parte da 4ª edição da Virada da Maturidade do Município de São Paulo. A atividade, que era voltada a pessoas com mais de 60 anos, promoveu uma caminhada guiada pelo parque do Instituto Butantan (que tem 80 hectares), em que os participantes puderam conhecer a história e curiosidades das árvores centenárias.

A atividade foi organizada pelo projeto Circuito Butantan da Maior Idade e pelo setor de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente do Instituto. “Nós buscamos falar das árvores maduras do IB, as que possuem uma importância histórica e ambiental imensurável. Como expliquei durante o evento, o manejo delas é feito com todo o cuidado e valorização, pois elas são testemunhas de toda a trajetória do instituto. Os idosos, assim como as árvores, são ricos de histórias e experiências e devem ser valorizados e respeitados”, afirmou o analista de meio ambiente Renan Rodrigues, que guiou o passeio.

Para Zélia da Conceição, 72, participante há dois anos e meio do Circuito Butantan da Maior Idade, a atividade foi uma experiência que agregou novos conhecimentos. Segundo ela, todas as oficinas oferecidas pelo projeto são assim: ricas em novos aprendizados. “Esta é mais uma atividade que nos proporciona conhecimentos novos. Estou encantada com a história das árvores centenárias do Butantan, quero trazer os meus netos aqui e contar a eles também”, afirma Zélia.

O coordenador do Circuito Butantan da Maior Idade, Horacio Fernandes, também ficou satisfeito com o resultado. “Para nós, participar da Virada da Maturidade é muito importante. Primeiro porque estamos divulgando o projeto Circuito Butantan Maior Idade, segundo, porque também estamos proporcionando mais uma atividade educativa e agradável aos nossos participantes”, disse Horacio.

COMENTÁRIOS