Com o fim das férias, São Paulo precisa de doadores de sangue

Com o fim das férias, São Paulo precisa de doadores de sangue

Com o fim do período das férias escolares, a Fundação Pró-Sangue convoca doadores. O mês de agosto é um período crítico para os hemocentros no Brasil, já que em julho muitos doadores se afastam dos bancos de sangue por conta das viagens e passeios com os filhos. Além disso, a época traz outro agravante: no inverno há um registro histórico de queda da coleta em torno de 30%.

Neste ano em particular, os estoques da Pró-Sangue sofreram forte impacto. Atualmente, as reservas de sangue da Fundação estão 60% abaixo do patamar indicado. Os sangues O-, A+ e A- estão críticos, isto é, em condições de abastecer os hospitais por apenas dois dias. Já os tipos O+ e B- estão em emergência, garantindo o abastecimento por um dia.

Mas agosto pode ser um bom período para reverter essa situação. Se por um lado o recesso escolar acabou, por outro podemos dizer que começou as férias para os pais, que dispõem de um tempinho a mais para incluir outros compromissos em sua agenda.
Nesse sentido, a Pró-Sangue incentiva a doação de sangue nesse período. Como dica, os candidatos podem vir durante a semana, quando o tempo de espera no atendimento é bem menor.

Para quem é pai, aproveite que os filhos estão não escola e venha doar sangue. Já para quem não tem esse tipo de compromisso, atualize sua cidadania voluntária e realize um gesto de solidariedade para quem precisa. Há muitos pacientes que aguardam sua doação.

No mais, para quem viajou no período de férias, vai uma dica. A passagem por alguns países, estados e cidades podem ser um motivo de recusa na coleta. Para informações sobre as viagens que impedem a doação, clique aqui.

Segundo Sandra Montebello, médica da Fundação Pró-Sangue, o alerta para o risco de faltar sangue é constante e independe do atual momento. “Pessoas não querem faltar ao trabalho e, muitas vezes, não têm dinheiro nem mesmo para o transporte até o hemocentro mais próximo. E se os níveis de estoque baixam ainda mais, a situação poderá ficar preocupante”.

Carlos Roberto Jorge, médico da Fundação Pró-Sangue, reforça o apelo da importância de doar. “As férias  e a atual imunização contra o sarampo diminuíram consideravelmente os estoques. Vir bem alimentado e com documento de identificação para a entrevista de triagem inicial já é suficiente para ajudar”, afirma.

Dúvidas e mais informações podem ser obtidas no Alô Pró-Sangue pelo telefone 11 4573-7800. Para consulta de horário e endereço dos postos de coleta, clique aqui.

COMENTÁRIOS