Conheça 5 serviços do Governo de SP para cuidar da sua saúde

Conheça 5 serviços do Governo de SP para cuidar da sua saúde

A Secretaria da Saúde de São Paulo conta com hospitais especializados que oferecem o atendimento regular à população por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) e dos AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), além de oferecer programas e campanhas de prevenção.

Conheça alguns dos serviços:

 

Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer

O Governo do Estado de São Paulo criou em 2013 a Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer com o objetivo integrar e ampliar os serviços de diagnóstico e tratamento em oncologia do estado de São Paulo. A rede foi batizada em homenagem a apresentadora Hebe Camargo, que no ano anterior havia sido um ícone no combate à doença. O lançamento oficial ocorreu em 8 de março, dia internacional da mulher e aniversário da apresentadora.foto: Alexandre Moreira/ Hospital Heliópolis

Governador Geraldo Alckmin entrega Centro de Rádioterapia do Hospital de Heliópolis. Data: 13/06/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Alexandre Moreira/A2 FOTOGRAFIA

Governador Geraldo Alckmin entrega Centro de Rádioterapia do Hospital de Heliópolis. Foto: Alexandre Moreira/A2 FOTOGRAFIA

O grande desafio da Rede Hebe Camargo é oferecer um atendimento mais ágil e próximo ao cidadão, evitando o deslocamento dos pacientes em um momento de grande fragilidade que é o do tratamento de um câncer. Isso passou a ser possível, pois além dos investimentos em serviços modernos e qualificados, foi criada uma central única de regulação de vagas.

Um grande grupo, liderado pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, considerado o melhor hospital público do Estado de São Paulo e referência nacional no atendimento à doença, e outros 14 serviços de tiveram a missão de apontar as necessidades dos paulistas e elaboraram um plano de melhorias e expansão dos serviços oncológicos. A partir disso, foram definidos protocolos de atendimentos e mais de R$ 150 milhões foram investidos nos últimos anos para a implantação de novos serviços em diversas regiões do Estado.

Com 76 unidades em todo o Estado, somente em 2017, 95% dos agendamentos realizados pela central única de regulação de vagas ocorreram na própria região do solicitante.

“A missão da Rede Hebe Camargo é aprimorar o modelo de atenção às pessoas com câncer, integrar os serviços de diagnóstico e tratamento em oncologia do Estado de Sao Paulo, organizar o acesso e reduzir o tempo entre diagnóstico e tratamento”, explica a Coordenadora da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, Sônia Alves.

 

Ambulatório Médico de Especialidades (AMEs)

Os AMEs são unidades estaduais de alta resolutividade, com modernos equipamentos, que oferecem consultas com médicos em diferentes especialidades, consultas não-médicas em áreas como fisioterapia e fonoaudiologia, exames de apoio diagnóstico e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes.

O novo modelo começou a ser implantado em 2007 no Estado de São Paulo. Desde 2011 foram 21 novas unidades implantadas em diversas regiões do Estado e outras seis estão em obras. Em 2015, o Governo do Estado aperfeiçoou o modelo e implantou o AME+, que oferece cirurgias de média complexidade e internação no regime de hospital-dia. As unidades vêm sendo adaptadas e modernizadas para realizar cirurgias de pequeno e médio porte. Dos 57 AMEs de todo o Estado, 37 já são AMEs +.

 

AME

 

O atendimento também foi ampliado aos sábados em mais de 20 unidades, que passaram a realizar também consultas e exames para diagnóstico e tratamento à saúde do homem.

O objetivo dos AMEs é proporcionar atendimento de forma próxima e acessível ao cidadão, por meio da prestação de um conjunto de serviços que garantam uma intervenção rápida e eficaz, a fim de promover o diagnóstico precoce, orientar a terapêutica e ampliar a oferta de serviços ambulatoriais especializados, atendendo à necessidade regional nos problemas de saúde que não podem ser plenamente diagnosticados ou orientados na rede básica, pela sua complexidade, mas que não precisam de internação hospitalar ou atendimento urgente.

O modelo é testado e aprovado por mais de 96% dos paulistas que utilizam as unidades. A pesquisa, realizada em 2016 com pacientes e usuários dos AMEs, foi baseada em seis quesitos: espaço físico, atendimento da recepção, atendimento da equipe médica e da equipe de enfermagem, atendimento de outros profissionais e ambulatório.

Os AMEs recebem pacientes com data, hora marcados e encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde dos municípios. O agendamento das consultas é feita pelas próprias unidades de saúde, mediante sistema informatizado da Secretaria.

“Os AMEs são serviços de alta resolutividade, com modernos equipamentos, que oferecem consultas, exames e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes.”, explicou o Superintendente do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Barradas, Dr. Paulo Quintaes.

 

Mulheres de Peito

O Governo do Estado de São Paulo criou em dezembro de 2013 o programa Mulheres de Peito, que tem o objetivo de detecção precoce de câncer de mama.

A iniciativa incentiva mulheres paulistas com idades entre 50 e 69 anos a realizarem exames preventivos de mamografia, de forma gratuita, a cada dois anos na rede pública e visa a detecção precoce de tumores malignos inclusive em fases em que a mulher não apresenta nenhum sintoma.

Para isso, quatro carretas percorrem os municípios paulistas oferecendo exames preventivos de mamografia. Além de mamógrafo, cada veículo é equipado com aparelho de ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antena de satélite, computadores, mobiliários e sanitários.

Nas carretas o exame pode ser feito sem pedido médico para mulheres entre 50 e 69 anos de idade. Quem está fora desta faixa etária, também pode fazer a mamografia nas unidades móveis, mas é preciso do pedido do médico. Não é necessário agendamento. Os endereços das carretas estão disponíveis no site www.saude.sp.gov.br.

Além das carretas, o programa tem o telefone 0800 779 0000 para o agendamento de exames em um dos serviços com mamógrafo espalhados por todo o Estado. As pacientes podem marcar seus exames de mamografia sem necessidade de pedido médico, gratuitamente, pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O serviço telefônico está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para o agendamento por telefone é importante que a mulher tenha em mãos o número do cartão SUS, endereço, telefone, data de nascimento e nome completo dos pais.

Caso seja detectado algum problema nos exames realizados nas carretas ou nos serviços de saúde agendados por meio do 0800, a paciente é encaminhada para acompanhamento e tratamento na unidade da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer mais próxima da sua residência.

 

O governador do Estado de São Paulo, entrega Carreta "Mulheres de Peito", no município de Guará + Assinatura de convênio para aquisição de ambulância. Local: Guará/SP Data: 27/09/2017 Foto: Gilberto Marques/A2img

O governador do Estado de São Paulo, entrega Carreta “Mulheres de Peito”, no município de Guará + Assinatura de convênio para aquisição de ambulância. Foto: Gilberto Marques/A2img

“A carreta do Programa Mulheres de Peito é uma importante aliada no combate ao câncer de mama no Estado. O serviço interligado com a Rede Hebe Camargo percorre as cidades de São Paulo levando diagnóstico precoce sem a necessidade de pedido médico para as mulheres”, explicou o governador Geraldo Alckmin.

 

Filho que ama leva o pai ao AME

Exames periódicos, os conhecidos check-ups médicos, são importantes para a prevenção de doenças que podem comprometer a saúde. Casos como o câncer de próstata em homens podem ser fatais se o tumor não for diagnosticado em tempo.

O programa Filho que Ama leva o Pai ao AME, do Governo do Estado, tem como finalidade estimular os homens a fazerem exames regulares gratuitos nos Ambulatórios Médicos de Especialidade (AME), em diferentes municípios.

Podem fazer os exames, homens com 50 anos ou mais de idade. Eles passam pelo setor de enfermagem para avaliação de peso, altura e risco cardíaco e por uma série de exames laboratoriais de sangue e eletrocardiograma. Em seguida, são atendidos por cardiologistas e urologistas. Caso haja alguma anormalidade, são encaminhados para outros exames e tratamento.

 

Mutirões

São promovidas com regularidade, campanhas de multivacinação de crianças, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST), hepatites B e C, gripe, alcoolismo e tabagismo, entre outras, além de programas de incentivo a exames preventivos.

  • Mutirão da catarata

dddd

SP realiza Mutirão da catarata que vai operar 6 mil pacientes até o final de março/18. Foto: Governo de SP 

 

Pensando em diminuir as filas do SUS, o Governo de São Paulo criou o mutirão da catarata. Que pretende aumentar em até 50% o número de procedimentos cirúrgicos realizados pelos AMES (Ambulatórios Médicos de Especialidades) no Estado. As cirurgias serão realizadas, até o final de março, em 34 AMEs localizados na capital, Grande São Paulo, interior e litoral paulista. As unidades organizam sua rotina e ampliaram a capacidade de agendamentos, com a finalidade de atender aos pacientes que já possuem indicação cirúrgica de catarata e estão preparados para passar pelo procedimento.

“O mutirão traz maior agilidade e eficácia para o Sistema Único de Saúde. Vamos fazer 6 mil cirurgias em dois meses, um número espetacular.”, explica o secretário de Estado da Saúde de São Paulo, David Uip.

 

  • Mutirão de testes para HIV 

17190554_1479345622099032_8318306629080448472_n

CRT DSTs/Aids – SP realiza testagem gratuita no metrô Jabaquara em março de 2017. Foto: William Pereira

Por meio do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids-SP, são ofertados testes para HIV por fluído oral, distribuição de preservativos masculinos e mil femininos, além de sachês de gel lubrificante e folders informativos.  As ações de combate, prevenção ao HIV/Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), instituída com a lei nacional 13.504, de 2017, abrange desde rodas de conversa até mutirões de testagem em vários locais do Estado.

 

  • Mutirão de testes para Hepatites

1-14

Teste rápido de hepatite ofertado no CRT/Aids – SP. Foto: Divulgação 

 

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo programa umas série de atividades de conscientização, prevenção e testagens de hepatites virais na capital.   São oferecidas orientações sobre prevenção e testes rápidos contra as hepatites B e C para colaboradores e população.  As atividades organizadas pela pasta visam incentivar a prevenção, pois, nos últimos anos, houve aumento no número de notificações de casos de Hepatite C, que passou de 4,9 mil, em 2014, para 7,6 mil, no ano passado. Por outro lado, os casos de Hepatite B 3,7%, no período, com 3 mil casos em 2016, contra 3,2 mil três anos atrás.

 

 

COMENTÁRIOS