CRI Norte tem programa de inclusão digital para pessoas idosas

CRI Norte tem programa de inclusão digital para pessoas idosas

O Centro de Referência do Idoso na Zona Norte da Capital (CRI Norte), está com uma grande novidade para os idosos que tenham na inclusão digital. O posto do AcessaSP que está instalado dentro do CRI, promove o curso para os velhinhos. Desenvolvido pela equipe do Centro de Convivência do CRI Norte – parceria entre o Governo do Estado e a Associação Congregação de Santa Catarina, as aulas são realizadas desde 2013.

 

O curso tem dois módulos, num total de 32 horas. No módulo I os alunos aprendem noções básicas de informática, como digitação, funcionalidades do computador, uso do mouse. Os recursos da internet, enviar e-mails, e navegar pelas redes sociais, são passados no módulo II. Cada módulo dura quatro meses e, no ano, são formadas seis turmas, num total de 60 alunos. As aulas são às segundas, quartas e sextas. Nos demais dias, o posto abre para acesso livre, quando jovens e adultos também podem ocupar o espaço. Porém, por estar em um ambulatório especializado para idosos, a maior frequência é desse público.

Nos depoimentos sobre o curso e o que representa a inclusão digital em suas vidas, os idosos destacam a paciência do jovem professor Vinicius, 23 anos, e da voluntária Maria Augusta Rocha de Jesus, 76 anos, que fez o curso há quatro anos e, atualmente, trabalha como voluntária, auxiliando o professor. Além de Maria Augusta, outros dois ex-alunos – Lothar Erichklinke, 78 anos, e Luzia Dos Passos Cavalcante, 78 anos – se tornaram voluntários e ajudam o professor com as turmas de segunda e sexta-feira.

A opinião de alguns alunos:

“Gosto muito, aprendo algumas coisas devagar, mas o professor é bom e paciente. Já consigo mandar e-mail”, Mariana de Jesus, 71 anos

“O curso é muito bom mas poderia ter mais aulas na semana”, Ari Osvaldo Bertioga, 73 anos

“Gosto muito, tenho dificuldades mas já melhorei bastante. Tenho problema de visão, o que atrapalha um pouco, mas mesmo assim estou aprendendo”, Ana Maria Cesário, 69 anos.

Além dos alunos entrevistados, o AcessaSP recebeu um comentário enviado pelo aluno da turma de quarta-feira, José Florentino Filho:

“Quero demonstrar minha gratidão ao programa do AcessaSP, que disponibiliza de forma gratuita acesso à internet”, disse.

 

COMENTÁRIOS