Cuide da saúde da sua coluna; confira dicas

Cuide da saúde da sua coluna; confira dicas

Pense bem: você está sentado confortavelmente agora? Se ajeitou e sentiu um incômodo? Você faz parte da maioria. Dor nas costas é uma queixa comum dos brasileiros, afetando 36% da população de forma crônica, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No mundo, o problema afeta cerca de 80% da população, conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Sedentarismo, posturas corporais inadequadas adotadas no trabalho, em frente ao computador, ao celular, em atividades físicas mal orientadas, em quadros de obesidade ou até mesmo momentos de lazer estão entre as causas mais comuns.

Alguns dos problemas mais comuns é a rizartrose, que atinge a região dos polegares. Isso deve-se ao uso intenso de tablets e smartphones. Entenda mais no #PodcastdaSaúde

Para Ana Paula Monteiro,  fisioterapeuta do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, o problema pode ser evitado ao se locomover mais e ficar menos horas na mesma posição. Também é necessário ficar atento ao modo correto da postura para cada tipo de atividade.

Algumas atividades, no entanto, requerem maior atenção com a postura, justamente pelo longo tempo que essas profissões demandam que o profissional fique parado. Cabeleireiros, motoristas, dentistas, professores, cirurgiões e manicures estão entre elas.

Algumas atividades ajudam. Entre delas, sugere a fisioterapeuta, são pilates e ioga. “Pilates é um exercício de excelência para fisioterapia. Usamos algumas técnicas para pacientes que estão na UTI. A ioga é fabulosa, te dá uma mobilidade corporal que não há em outros exercícios”, exalta. 

> Confira a melhor posição dentro do carro

Para quem sente dores intensas, o ideal é procurar um fisioterapeuta ou um terapeuta ocupacional. “Ficar na mesma postura não é bom, e o comum não é chegar aos 30 anos com grandes problemas. A gente espera que seja apenas aos 60″, finaliza a fisioterapeuta.

Por isso, nunca é o bastante salientar que é importante sempre estar em movimento, seja como for. Pode ser uma caminhada leve, um alongamento rápido ou substituir o elevador pelas escadas. Mexa-se! Confira-8-dicas-para-prevenir-a-dor-nas-costas2

Repousar
Deitar no chão ou em um colchão mais duro por 10 minutos, com pernas apoiadas sob uma cadeira

Dormir de lado
Com um travesseiro que apoie o pescoço e outro entre as pernas

Compressas mornas
Colocar bolsa de água quente no lugar da dor para relaxar o músculo por mais de 20 minutos

Tomar banho quente
Aproveitar a pressão da água sobre o lugar doído

Sentar de maneira correta
Não cruzar as pernas ao sentar, sente-se em cadeiras cuja altura seja suficiente para apoiar os pés no chão

Não ficar muito tempo na mesma posição
Levantar de hora em hora, no mínimo, e movimentar os quadris

Massagem
Feita por um especialista, para o relaxamento dos músculos, evite profissionais que queiram “colocar sua coluna no lugar”

Alongamentos
Deitar em uma bola de pilates e soltar cabeça e braços para trás, possibilitando que a coluna seja esticada

COMENTÁRIOS