Dante Pazzanese fará partos de bebês cardiopatas e terá mais 89 leitos

Dante Pazzanese fará partos de bebês cardiopatas e terá mais 89 leitos

Unidade referência nacional em cardiologia terá R$ 39,4 milhões em investimentos do governo do Estado para reformas, incluindo ampliação do pronto-socorro e novo centro de medicina fetal

 

O governador Geraldo Alckmin anuncia nesta sexta-feira, 20 de dezembro, a liberação de R$ 39,4 milhões para reforma de dois prédios do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, ligado à Secretaria de Estado da Saúde. Referência nacional em cardiologia, a unidade ganhará mais 89 leitos e irá ampliar seu pronto-socorro para melhor atender à população. Além disso, passará a realizar partos de gestantes cujos fetos foram diagnosticados com suspeitas de cardiopatias congênitas.

O PS do Dante, que fica no Prédio 1, vai ganhar 62 novos leitos e terá quase o triplo dos 38 atuais. Já no prédio 2 haverá a implantação de 17 leitos de UTI neonatal e mais 10 vagas de UTI pediátrica. Também serão reformadas as enfermarias pediátrica e adulto.

Com as obras no prédio, o centro cirúrgico, atualmente com quatro salas, passará a ter cinco. Na nova sala será implantado o Centro de Medicina Fetal, possibilitando que o atendimento às gestantes diagnosticadas com problemas no feto seja realizado no próprio Dante.

“Agora o Dante Pazzanese será ainda mais completo. A excelência do instituto em cardiologia, reconhecida internacionalmente, inova atendendo às gestantes que, após a realização de exames cardiológicos no instituto, precisavam seguir para outros serviços de saúde para ter seus bebês”, destaca David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

A previsão é que todas as obras sejam concluídas até 2015.

 

Tomografia e odontologia

Nesta sexta-feira, 20 de dezembro, o Dante Pazzanese ganhou um novo tomógrafo e três novos consultórios odontológicos.

O novo aparelho de tomografia, mais moderno, possibilitará um aumento de 30% na capacidade de exames em relação ao equipamento anterior, num total de 5,9 mil exames por ano. O investimento foi de R$ 2 milhões.

Já o investimento para os novos consultórios de odontologia foi de aproximadamente R$ 100 mil, dos quais R$ 70 mil destinados à compra de equipamentos e os R$ 30 mil restantes, para a preparação do espaço. Os consultórios realizarão 8 mil atendimentos por ano.

A modernização do Dante Pazzanese marca o início das comemorações dos 60 anos da instituição, a serem completados em 2014.

COMENTÁRIOS