#Dicas: cuidados com a saúde durante os dias de calor

#Dicas: cuidados com a saúde durante os dias de calor

Coordenadoria Estadual de Defesa Civil emitiu alerta para a forte onda de calor que atingirá o Estado de São Paulo, nesta quarta-feira (11). 

As temperaturas máximas devem oscilar entre 35ºC e 38ºC, nas regiões de Ribeirão Preto, Araçatuba Presidente Prudente, Marília e Barretos. Já na Região Metropolitana, Santos, São Jose dos Campos, Litoral Norte, Sorocaba, Campinas, Registro, Bauru, São José do Rio Preto, Araraquara, Franca e Itapeva, os termômetros vão chegar até 35ºC. 

As recomendações são: 

– Evite realizar exercícios físicos ao ar livre nos momentos mais quentes do dia (11h às 17h);
-Permaneça em locais protegidos do sol;
-Evite sair ao ar livre sem proteção solar;
-Use soro fisiológico nos olhos e narinas;
-Umidifique o ambiente.

Se você foge do sol nos horários mais intensos, ainda assim pode estar sob o radar dos raios UVA e UVB. Outras recomendações simples, mas importantes, são o consumo de alimentos frescos – de procedência confiável – e hidratação regular com ingestão de água e outros líquidos.

Não é só com a pele que devemos nos preocupar em dias quentes. É importante manter o corpo hidratado, principalmente nos períodos de maior intensidade solar. “A desidratação ocorre quando a perda de água corporal não é reposta adequadamente”, explica Alysson Moraes Souza, médico no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) “Dr. Luiz Roberto Barradas Barata”, unidade da Secretaria localizada no bairro de Heliópolis, zona Sul da capital.

“A desidratação pode ocorrer em qualquer idade, porém em crianças e idosos, pode evoluir gravemente. Nestes casos, a intervenção médica é indispensável”, explica o médico Luis Felipe Cintra.

 Outros cuidados:

  • Ingerir muita água;
  • Utilizar filtro solar;
  • Cuidado com a alimentação;
  • Abusar dos hidratantes corporais;
  • Evitar banhos muito quentes;
  • Hidratar os lábios;
  • Evitar o ar condicionado.

“No verão, eu dobro atenção com todas recomendações médicas para não expor meu filho ao risco. Eu passo filtro solar duas vezes ao dia nele, e quando ele vai para piscina, eu repasso após ele entrar na água”, disse a psicóloga Suzana Frias.

COMENTÁRIOS