#Enem: alimentos que fazem bem na hora da prova

#Enem: alimentos que fazem bem na hora da prova

É importante não focar apenas nos estudos e se atentar à alimentação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 continua no próximo domingo (10). Os candidatos farão provas com questões de matemática e ciências da natureza. 

Na semana que antecede a prova, é importante não focar apenas nos estudos e  se atentar à alimentação. As últimas refeições antes da prova e no dia podem influenciar no desempenho do aluno.  

O estudante Ivo Eduardo Assis Ruiz, de 17 anos, já traçou um planejamento.  “Um dia antes da prova e no dia da prova, vou buscar me alimentar com comidas mais leves, porque sei que a alimentação pode me influenciar na prova”, explica.  

“A alimentação saudável tem impacto em diversos fatores, dentre eles, no bom desempenho, produtividade e condicionamento físico. Através de uma alimentação saudável é possível fornecer ao nosso organismo todos os ingredientes necessários para o seu bom funcionamento”, explica a nutricionista do Instituto Central do Hospital das Clínicas FMUSP (ICHC), Gabriela Santos de Souza 

Observações importantes para o dia da prova: 

– Hidrate-se muito bem! Ao longo do dia, procure consumir água. Leve uma garrafa de água para o local da prova e mantenha-se hidratado para manter a concentração;  

– Não consuma alimentos que habitualmente não estão na sua rotina. Não é o momento de experimentar coisas novas e arriscar desconfortos gastrointestinais no momento da prova; 

 – Cuidado ao comprar seus lanches de ambulantes. Caso a manipulação e armazenamento não tenham sido corretas, os alimentos podem estar contaminados;  

– Evite alimentos muito doces ou muito salgados. Esses alimentos aumentam a sede e você precisará sair para ir ao banheiro muitas vezes durante a prova;  

– Evite chicletes e balas. Além de diminuir a concentração, estimulam a liberação de ácido clorídrico no estômago, levando a sensação de fome e dores estomacais;  

– Opte por lanches que não façam barulhos ao serem consumidos. Isso diminui a sua concentração e dos colegas;  

– Cuidado com lanches compostos por alimentos cremosos/líquidos ou que esfarelam muito. Você pode se sujar e sujar sua prova e o gabarito.   

Durante a prova  

A recomendação é investir em alimentos práticos, que forneçam energia durante a prova, saciedade e que não exijam muito tempo para o consumo.  

Gabriela de Souza separou algumas sugestões de lanches:  

Lanche 1  

1 banana + 1 colher de sopa de aveia em flocos + 1 colher de sopa de pasta de amendoim  

Nessa composição a banana atua como fonte de carboidrato para o fornecimento de glicose para o cérebro e, por ser fonte de triptofano, auxilia a produção de serotonina. Este hormônio atua na regulação do sono, humor e reduz a ansiedade.   

A aveia é a fonte de fibra, para evitar que o carboidrato da fruta seja absorvido rapidamente e faça pico de insulina. Com a fibra a absorção será mais lenta de modo que a insulina será liberada para a corrente sanguínea de forma constante. A pasta de amendoim é a fonte de gordura insaturada para aumentar a saciedade junto com as fibras e reduzir o estresse e ansiedade.    

Lanche 2  

Chocolate 70% cacau: 30g   

Os polifenóis do cacau aumentam o fluxo sanguíneo para o cérebro, estimulando seu funcionamento e é mais um aliado para reduzir a ansiedade na hora da prova. Evite chocolate ao leite, porque normalmente a quantidade de gordura e açúcar é maior e, por outro lado, a quantidade de cacau que é a fonte de polifenóis é menor.  

Lanche 3   

3 unidades de castanhas-do-Pará + 1 maçã + 1 pitada de canela em pó 

Novamente essa composição associa a gordura, como fonte de ácidos graxos essenciais, com o carboidrato proveniente da fruta. O diferencial é a canela, que pode diminuir a “necessidade” de comer doce a todo momento.    

Lanche 4  

2 fatias de pão (de preferência integral) + 2 fatias de queijo branco + 1 colher de sopa de cenoura ralada + 2 fatias de tomate 

O lanche natural é uma boa opção, pois temos a combinação de carboidrato e proteína, visando maior saciedade e redução da velocidade de absorção do carboidrato para o fornecimento de glicose constante e sem picos de glicemia. Além disso, a cenoura e o tomate complementam o lanche com a oferta de vitaminas e minerais.    

COMENTÁRIOS