Entenda como o L.E.R pode afetar sua saúde

Entenda como o L.E.R pode afetar sua saúde

Em tempos de vida digital intensa, passar horas no computador digitando ou ainda na tela do celular, é algo comum. No entanto, a intensa atividade pode gerar um grande incômodo que afeta milhões de brasileiros, as chamadas de Lesões por Esforços Repetitivos, também conhecidas como L.E.R.

“Todo mundo confunde atividade de repetição com atividade de trabalho que se resume à digitação. No entanto, uma atividade doméstica pode ser uma atividade de repetição, quem joga vídeo game também pode ser vítima. Cada atividade que gere um trabalho inflamatório pode levar a esse conjunto de doenças que chamamos de L.E.R”, afirma Edgar França, médico especialista em mãos.

Renata Tavares é jornalista e convive com a L.E.R desde os 18 anos. Após sentir fortes dores no punho, ela procurou um médico e o diagnóstico foi uma lesão por esforço contínuo em digitar. “É um problema que vai e volta. Quando está forte, preciso tomar anti-inflamatórios ou usar uma tala para imobilizar por bastante tempo até passar a dor. Quando ela vai embora, preciso tomar cuidados para não fazer nenhum esforço”.

Esse tipo de lesão é bem comum nos punhos, como é o caso da Renata, mas também pode aparecer nos cotovelos, ombros e pescoço. Para o especialista, prevenir é a melhor solução. “Se você está falando de um problema relacionado a uma atividade doméstica, isso é mais fácil de contornar. Já no ambiente profissional, é importante dosar a atividade, a ergonomia do local de trabalho, além da atividade física regular para melhorar a condição dos músculos e previnir o surgimento dessas inflamações”, conclui França.

COMENTÁRIOS