Férias no Butantan recebeu onze mil visitantes em janeiro

Férias no Butantan recebeu onze mil visitantes em janeiro

A programação especial de férias oferecida pelo Butantan entre os dias 07 e 31 de janeiro foi um sucesso de público.  Ao todo, onze mil visitantes passaram pelos museus nas quatro semanas do evento. O férias aconteceu, pela primeira vez, ao longo de todo o mês de janeiro e não apenas em uma semana, como era nas edições anteriores.

Além disso, três mil se inscreveram e participaram efetivamente das mais de 30 atividades oferecidas pela programação, que contou com escavação arqueológica e a disponibilização de microscópios ao público, dentre outras coisas.

“As pessoas absorvem melhor o conteúdo sem ter aquela ‘obrigação’ do aprendizado. Por meio do lazer, de exposição e de ações educativas como essa, nós estamos sempre levando a informação sem que elas percebam, unindo a ‘brincadeira’ e o conhecimento,” afirma o diretor do Museu, Giuseppe Puorto.

O campeão de visitantes foi o Museu Biológico, que entre os dias 21 e 26 de janeiro, registrou a entrada de 4.862 pessoas e a participação de 810 nas oito atividades que ofereceram durante a terceira semana.

A 1ª semana começou com o Museu de Microbiologia, que entre os dias 07 e 14 de janeiro, recebeu 4.016 visitantes e 1.953 participantes nas atividades educativas. “Percebemos que a programação Férias no Butantan é muito esperada pelos visitantes porque os museus oferecem atividades diferentes que contemplam a família. Assim, pais, avós, tios, crianças se divertem e passam o tempo entrando em contato com atividades que ao mesmo tempo que são lúdicas, abordam ciências de um modo geral”, afirma Glaucia Colli Inglez, diretora do Museu de Microbiologia.

O Museu da História do Butantan, responsável pela programação da 2ª semana de férias, contou com a visita de 3 mil pessoas, dentre elas 391 participaram das atividades.

Na 4ª e última semana do projeto, o Museu de Saúde Pública Emílio Ribas recebeu 90 visitantes entre os dias 28 janeiro e 1º de fevereiro.

Ao todo, os três museus do parque registraram o acesso 47.950 pessoas em suas exposições durante todo o mês.

Resultados da bilheteria

Em um levantamento recente realizado pela administração do parque, 2019 foi o ano com a maior bilheteria registrada em comparação com os três anos anteriores. Ao todo foram vendidos 146.337 ingressos, sendo que cada um permite a entrada nos três museus do Instituto.

No acumulado do ano, a quantidade de ingressos comprados é maior nos meses de férias, tendo sido registrada em janeiro, a venda de 15 mil e em julho cerca de 25 mil.

“Desde que surgiu, o Férias no Butantan é um sucesso de público porque desperta na família toda, em especial, nas crianças e adolescentes, a curiosidade e a vontade de aprender e entender mais sobre Ciência e História”, afirma um dos coordenadores do projeto, o pesquisador Paulo Monteiro.

COMENTÁRIOS