Férias no Butantan tem caça ao tesouro, pintura e contação de histórias

Férias no Butantan tem caça ao tesouro, pintura e contação de histórias

O Instituto Butantan, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e um dos maiores centros de pesquisas biomédicas do mundo, terá programação especial de férias entre 16 a 19 e 23 a 26 de janeiro. As atividades são focadas em curiosidades, descobertas, diversão e atendem a toda família.

A participação nas atividades integrantes da programação de férias é única e custa R$ 6 (valor do ingresso para visitação dos três museus). Estudantes pagam R$ 2,50. Crianças até sete anos, idosos a partir de 60 anos e portadores de necessidades especiais não pagam.

Museu Histórico

No Museu Histórico, nos dias 16, 18, 23 e 25 (terças-feiras e quintas-feiras), das 10h às 11h, a atividade “Jogos no Museu” irá oferecer aos visitantes jogos como quebra-cabeça, batalha científica e jogo da memória, que permitem ao público se relacionar com temáticas dos trabalhos desenvolvidos no Butantan.

Os visitantes também poderão também tirar suas dúvidas e conhecer um pouco mais sobre o Instituto por meio da Visita Educativa, que acontece nos dias 16 a 19 e 23 a 26, das 15h às 16h.

Já nos dias 17, 19, 24 e 26 (quartas-feiras e sextas-feiras), das 10h30 às 12h, será realizada a atividade “Na Trilha das Cientistas”. Inspirada no jogo “Caça ao Tesouro”, os participantes irão em busca de pistas que auxiliem na descoberta da identidade e contribuição de cientistas mulheres para a trajetória do Butantan.

Museu de Microbiologia

Para estimular a curiosidade científica dos visitantes, o Museu de Microbiologia também preparou a atividade “Laboratório Didático aberto”. Entre os dias 16 e 26, das 9h às 16h, serão apresentados aos visitantes equipamentos laboratoriais e amostras de microrganismos não presentes na exposição.

Museu Biológico

No Museu Biológico, nos dias 16 e 23 (terças-feiras), das 10h às 12h, acontece a atividade “Palavra contada: memórias do Butantan”. As crianças poderão conhecer “A História dos Ibiatãs e das Boiciningas”, que conta sobre o início entre a relação do homem e as serpentes. Após a visita ao Museu nos dias 16 e 23, das 14h às 16h e nos dias 17, 19, 24 e 26, das 10h às 12h, os visitantes ainda poderão pintar desenhos de espécies de aranhas, serpentes, escorpiões e outros animais que vivem na exposição.

A semana conta também com a atividade “Jogo Ilha das Cobras”, em que o público poderá assumir o papel de diferentes profissionais em um jogo de tabuleiro criado pelos educadores do Museu Biológico.

COMENTÁRIOS