Festival “Soy Loco Por Ti Juquery” terá maracatu, visitas guiadas e exposições

Festival “Soy Loco Por Ti Juquery” terá maracatu, visitas guiadas e exposições

Entre os dias 19 e 22 de setembro acontece a segunda edição do festival “Soy Loco Por Ti Juquery”, no Complexo Hospitalar do Juquery, localizado em Franco da Rocha.

A abertura oficial ocorre na quinta-feira (19), com um cortejo de maracatu do Bloco da Casa Velha, saindo da estação Franco da Rocha até o local do evento. Em quatro dias de programação gratuita e aberta ao público, o evento reúne shows, espetáculos e oficinas para o público adulto e infantojuvenil, além de feira gastronômica e intervenções artísticas, com destaque para uma instalação permanente que está sendo criada especialmente para esta edição.

Os trabalhos de oito artistas poderão ser observados pelo público. Eles estarão no Juquery durante doze dias, entre 17 e 28 de julho, trabalhando na criação de propostas que dialoguem de forma livre com a história do Complexo.

Além disso, entre os dias 16 e 20 de setembro, o núcleo educativo do festival irá articular visitas guiadas de escolas e grupos de crianças, bem como visitas exclusivas para pacientes dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) da região da Bacia do Juquery.

A estreia do festival ocorreu em 2018, a partir do desejo de ocupar o Juquery e ressignificar seu espaço, relembrando o papel significativo da arte na história da instituição. O projeto visa fomentar o uso cultural da estrutura do Complexo Hospitalar, que teve seu projeto arquitetônico concebido pelo famoso arquiteto paulistano Ramos de Azevedo (1851 – 1928).

A idealização e produção é da Trapézio Produções Culturais, com realização pela Prefeitura de Franco da Rocha e das Secretarias de Estado e da Cultura e Economia Criativa, e o próprio Complexo Hospitalar. Em 2019, o projeto foi contemplado pelo ProAC (Programa de Ação Cultural) ICMS e recebe patrocínio da Oi e apoio cultural do Instituto Oi Futuro.

Curadores

O time de curadoria desta edição é composto por Arturo Gamero (artes visuais), Décio 7 (música) e Natália Maquiaveli (artes do corpo e performance). À frente da curadoria específica de artistas da região da Bacia do Juquery está André Arruda e a programação infantojuvenil ficou com a dupla Mariana Massonetto e Ricardo Massonetto, do projeto Juquery Encantado.

Relembrando Osório César

O ano de 1923 marca o início de uma história fundamental para a memória do Juquery com a chegada do psiquiatra, crítico de arte e músico paraibano Osório César (1895 -1979) à instituição. O médico, um dos grandes nomes da Reforma Psiquiátrica brasileira, deu início a um trabalho pioneiro junto aos internos – em paralelo à atuação da psiquiatra alagoana Nise da Silveira (1905-1999) – ao explorar a arte como ferramenta terapêutica no tratamento psiquiátrico.

Osório fundou e foi o diretor da Escola Livre de Artes Plásticas do Juquery e estabeleceu um diálogo com nomes fundamentais da psicanálise mundial, como Sigmund Freud, com quem manteve assídua correspondência. Freud chegou a resenhar em um artigo datado de 1.925 a obra A Arte Primitiva dos Alienados, publicada por Osório César no ano anterior. Hoje, o Complexo Hospitalar do Juquery conta com um acervo de mais de 8.000 obras produzidas por seus internos e consta neste acervo a carta de Freud escrita ao Dr. Osório César.

 

SERVIÇO

2º Festival Soy Loco Por Ti Juquery

De 19 a 22 de setembro

Horário de funcionamento: quinta, 19/09, das 17h às 22h | sexta, sábado e domingo, 20, 21 e 22/09, das 10h às 22h

Complexo Hospitalar do Juquery, Franco da Rocha (SP)

Acesso pela Linha 7 – Rubi da CPTM | Estação Franco da Rocha

Facebook: www.facebook.com/soylocoportijuquery

Instagram: www.instagram.com/soylocoportijuquery

Site: www.soylocoportijuquery.com

COMENTÁRIOS