Fique ligado! Algumas doenças aumentam no outono

Fique ligado! Algumas doenças aumentam no outono

Com a diminuição das temperaturas nesta época do ano, é importante estar atento às doenças típicas do Outono. Entre os problemas mais frequentes estão as rinossinusites, otites, gripes e resfriados, além de problemas respiratórios, como asma, bronquite e pneumonia, que podem atingir principalmente idosos e crianças.

A combinação entre baixas temperaturas e baixa umidade do ar propicia maior concentração de poluentes na atmosfera. Mas esse não é o único fator que colabora para o surgimento das doenças.

O médico otorrinolaringologista Luiz César Lha explica que as pessoas tendem a ficar mais tempo em ambientes fechados, o que favorece a propagação de micro-organismos causadores de doenças.

“Se não tratadas adequadamente, eventualmente resultam em quadros como perda auditiva, prostração e até dificuldade respiratória severa, com necessidade de internação hospitalar, principalmente as crianças, idosos e portadores de doenças crônicas”, alerta.

Todas essas doenças, mesmo em sua forma mais leve, podem trazer transtornos que vão de simples obstrução nasal até dor, febre e mal-estar geral.

Para se prevenir, a principal recomendação é manter boa alimentação e beber bastante líquido. Quanto mais saudável e hidratada a pessoa estiver menor a chance de ser acometida por essas doenças. “A ingestão de água e permanência em locais ventilados são ótimas maneiras de prevenção”, informa o pneumologista Fábio Muchão.

Cuidados com a pele

A baixa umidade do ar favorece não só o aumento de alergias respiratórias, como também doenças relacionadas à pele, principalmente em crianças, idosos e portadores de doenças crônicas.

Nessa época, é muito importante hidratar o corpo. Pessoas com pele mais sensível, que tenham doenças de pele ou pré-disposição a desenvolvê-las também podem ter agravamento de sintomas durante o clima seco. “A ingestão de água e uso de hidratantes corporais é indispensável. O hidratante não pode faltar no tratamento da pele, mesmo que seja necessário utiliza-lo várias vezes ao dia”, afirma a coordenadora do setor de dermatologia do AME Barradas, Bhertha Tamura.

A médica destaca ainda a necessidade da hidratação corporal para os idosos, pois, com o avanço da idade, as pessoas tendem a perder a oleosidade da pele, favorecendo o ressecamento. Portadores de doenças de pele crônicas, como dermatite atópica e ceratose tendem a ter seu quadro agravado e devem sempre procurar a orientação de seus médicos para tratamentos específicos.

Dicas para evitar agravamento de doenças de pele durante o tempo seco:

– Beba bastante água, pelo menos 2 litros por dia;

– Use hidratante corporal todos os dias, principalmente após o banho. Se necessário, utilize várias vezes ao dia;

– Com o ressecamento, ocorrem coceiras na pele. Evite coçar-se, pois pode causar inflamações ou até mesmo infecções;

– Evite tomar banhos demorados, com água muito quente;

– Em caso de ressecamento severo da pele, procure seu dermatologista;

 

COMENTÁRIOS