Governo de SP anuncia investimentos e entrega clínicas “Saúde em Ação” em Sumaré

Governo de SP anuncia investimentos e entrega clínicas “Saúde em Ação” em Sumaré

 

O Governador João Doria e o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann, anunciam, nesta terça-feira (17), investimentos para o Hospital Estadual de Sumaré e entregam novas clínicas do programa “Saúde em Ação” ao município.

No total, R$ 3,6 milhões  serão investidos na modernização do parque tecnológico do Hospital Estadual, referência na assistência de média e alta complexidade na região de Campinas. Um dos destaques é o novo equipamento de tomografia com 80 canais, mais preciso que o atual (64 canais). Também serão adquiridos biometros, monitores multiparamétricos, sistemas HD de videocirurgia, ventiladores pulmonares, autoclave para Central de Materiais Esterilizados, entre outros.

Na ocasião, a unidade também recebe a recertificação da Acreditação Canadense Qmentum Diamante, fruto melhoria contínua da qualidade no atendimento, com padrões de alta performance em qualidade e segurança do paciente, além de transferência de conhecimento e desenvolvimento de competências da equipe de trabalho. A unidade foi o primeiro hospital do interior do Brasil a conquistar essa certificação, em 2016 (confira mais informações abaixo).

“Hoje, aqui em Sumaré, demonstramos nossa dedicação para melhorar todos os níveis de assistência em saúde: desde as duas novas clínicas que são essenciais para resolver casos de menor complexidade, até os equipamentos de ponta incorporados ao parque tecnológico do Hospital Estadual, cuja qualidade é comprovada inclusive internacionalmente por uma das principais instituições avaliadoras do mundo”, afirma o Secretário Germann.

Clínicas “Saúde em Ação”

Outros R$ 4,8 milhões foram investidos pelo Governo do Estado para construção de uma clínica/UBS e um Caps por meio do programa “Saúde em Ação”, parceria da Saúde com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

A nova clínica/UBS deve entrar em funcionamento em janeiro de 2020. O investimento de R$ 2,5 milhões foi aplicado numa estrutura de 490 m², com três consultórios (ginecologista, clínico geral e pediatra), farmácia, além de salas de vacina, inalação, medicação e coleta, de Agentes Comunitários, administração e setor de apoio.

No valor de R$ 2,3 milhões, o Caps tem 510 m² de área construída, com sete salas, incluindo três para atendimento individualizado e uma de medicação. A unidade conta com espaço de convivência e área coletiva para a interação dos pacientes. O serviço começa a funcionar ainda neste mês.

Reconhecimento internacional do HES-Unicamp

A recertificação canadense é baseada em novos critérios e com um nível ainda mais alto de exigências, descritas em um manual com ferramentas de avaliação e reestruturação de processos de trabalho, presentes entre as principais instituições de saúde de 50 países no mundo.

O certificado será entregue pelo direção do IQG Health Services Accreditation, responsável pelas certificações da Accreditation Canada International no Brasil. A visita dos auditores ocorreu setembro, com três dias de avaliações de todos os setores, procedimentos operacionais, protocolos assistenciais, evidências de segurança do paciente com verificação de prontuários, entrevistas com pacientes e profissionais de saúde.

“Foi a primeira vez que os auditores estiveram no HES. A vivência in loco das áreas e a adesão aos processos de melhoria contínua avaliados, inclusive ouvindo pacientes e familiares foi muito relevante para eles”, comenta o superintendente do HES-Unicamp, Mauricio Perroud.

Perrod conta que durante a reunião final a equipe de auditores destacou a gestão eficiente de recursos, os esforços realizados para integração da rede de atenção à saúde, a cultura sólida de qualidade e segurança, a formação diferenciada de profissionais e a otimização de processos em parceria com a academia. “Pela primeira vez em um relatório de certificação a equipe avaliadora foi unanime em destacar o alto nível de lealdade e solidariedade das equipes de trabalho com a instituição, bem como a doação e compromisso de cada colaborador do HES”, completa.

COMENTÁRIOS