Governo de SP entrega duas clínicas do Saúde em Ação em Indaiatuba

Governo de SP entrega duas clínicas do Saúde em Ação em Indaiatuba

Programa da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com o BID, vai investir R$ 262 milhões na região

 

O governador João Dória estará neste sábado (23) em Indaiatuba para a cerimônia de entrega das clínicas/UBS Jardim Carlos Augusto Camargo Andrade e Jardim Maritacas. As unidades fazem parte do Programa Saúde em Ação, parceria da Secretaria de Estado da Saúde com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Cada clínica recebeu o investimento de R$ 3,6 milhões. Elas contam com seis consultórios, sendo um deles odontológico, sala de vacina e inalação, medicações e espaço para atividades coletivas, entre outros. A área total da unidade é de 680 m² e a estimativa é de que realizem cerca de 180 atendimentos por dia.

A clínica/UBS Jardim Carlos Augusto Camargo Andrade já iniciou os atendimentos no mês de março e está localizada na Rua Henrique Mora, loteamento Jardim Carlos Augusto Camargo Andrade, gleba II.

Na cerimônia, o Governo do Estado também entrega as chaves da clínica/UBS Jardim Maritacas à Prefeitura de Indaiatuba, para finalização dos acabamentos e instalação de equipamentos. O endereço é Área Institucional 03-B, Rua 06, Jardim das Maritacas.

Essas são as primeiras obras entregues pelo programa Saúde em Ação no município de Indaiatuba. Na região metropolitana de Campinas, o programa investe R$ 262 milhões e já entregou 40 obras, sendo 35 UBSs e 5 CAPS. Ainda está em fase final a construção do novo AME de Campinas, que recebeu investimento de R$ 47 milhões e será referência em atendimento especializado na região.

O programa prevê 76 obras para a região metropolitana de Campinas. No total, são 166 unidades entre construções e reformas do Programa Saúde em Ação, distribuídas nas regiões de Campinas, Itapeva, Vale do Jurumirim, Vale do Ribeira e Litoral Norte.

“Estamos atuando no fortalecimento da assistência em todo o Estado com o ‘Saúde em Ação’. São R$ 826 milhões em investimentos para construções e reformas de hospitais, AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), clínicas dos tipos UBS e CAPS, entre outros serviços que vão facilitar e qualificar o acesso da população ao SUS”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

Clínicas “Saúde em Ação”

As unidades são entregues equipadas aos municípios e são consideradas as portas de entrada do SUS, com capacidade para realizar consultas médicas e odontológicas. O foco na atenção básica tem como objetivo a resolução dos casos com mais rapidez e proximidade ao usuário.

“Se conseguirmos organizar o sistema primário, teremos uma rede integrada. Nós temos a possibilidade de tratar 85% das pessoas nesses serviços e diminuir as filas nos hospitais”, explica o coordenador do “Saúde em Ação”, Ricardo Tardelli.

Além das consultas, os pacientes também poderão receber vacinas, curativos e inalações, além de coletar sangue para exames laboratoriais. Também haverá ações de promoção e prevenção da saúde. As novas unidades contarão com equipes capacitadas para realizarem atendimento humanizado. Dos R$ 826 milhões de investimento total para o programa, 70% são provenientes do BID e outros 30%, do tesouro estadual.

As regiões beneficiadas pelo projeto foram escolhidas pela Secretaria, após um estudo que analisou as necessidades regionais e o perfil epidemiológico de cada uma.

COMENTÁRIOS