Governo de SP inicia obras do Saúde em Ação no Vale do Ribeira

Governo de SP inicia obras do Saúde em Ação no Vale do Ribeira

O Governador Márcio França esteve neste sábado (2) em Registro, para anunciar diversos investimentos importantes na região do Vale do Ribeira. Entre eles, o lançamento de quatro novas clínicas de saúde.

“São convênios importantes no Vale do Ribeira. Foram quase R$ 30 milhões em obras distintas, convênios e muita pavimentação”, ressaltou França.

“Esse investimento vem de encontro com a demanda da população, que busca cada vez mais conforto e qualidade de vida para que seu dia seja melhor”, destacou o prefeito de Registro, Gilson Fantin.

Como parte do programa Saúde em Ação, Márcio França iniciou a construção de uma clínica para o Centro de Assistência Psicossocial (Caps) em Registro; anunciou o início das obras de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Miracatu; e duas clínicas, um Caps e uma UBS, em Iguape.

“A construção da UBS e do CAPS representam investimentos do Governo do Estado em Iguape da ordem de 5 milhões e 778 mil reais, sendo 3 milhões e 185 mil reais relativos a UBS e 2 milhões e 592 mil reais relativos ao CAPS, no âmbito do Projeto de Fortalecimento da Gestão da Saúde no Estado de São Paulo”, comenta Wilson Almeida Lima, prefeito de Iguape.

O governador também descerrou as placas das novas UBSs, também do Saúde em Ação, de Itariri e de Ilha Comprida, que já estão em funcionamento.

As novas clínicas fazem parte de uma parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, que prevê obras de construção e reforma de 168 serviços de saúde, em cinco regiões do Estado. O programa investiu R$ 826 milhões em obras nos Vales do Jurumirim e do Ribeira, no Litoral Norte e nas regiões de Campinas e Itapeva.

As unidades são entregues já equipadas para os municípios. Em dezembro, o programa inaugurou as primeiras clínicas em Avaré e Paranapanema, com capacidade para 1,8 mil atendimentos por mês, entre consultas médicas e odontológicas. Do investimento total para o programa, 70% são provenientes do BID e outros 30%, do tesouro estadual.

O Vale do Ribeira recebeu investimento de R$ 161 milhões do “Saúde em Ação”, com vinte obras, incluindo uma reforma. Um dos destaques do programa na região é o novo Hospital Regional de Registro, inaugurado em abril, referência no atendimento de alta complexidade.

Clínicas “Saúde em Ação”

As clínicas do tipo UBS são consideradas as “portas de entrada” do SUS, e têm capacidade de realizar, em média, cerca de 1.800 mil atendimentos por mês, entre consultas médicas e odontológicas.

Além das consultas, os pacientes também poderão receber vacinas, curativos e inalações, além de coletar sangue para exames laboratoriais. Também haverá ações de promoção e prevenção da saúde. As novas unidades contarão com equipes capacitadas para realizar atendimento humanizado. Do investimento total para o programa, 70% são provenientes do BID e outros 30%, do tesouro estadual.

As regiões beneficiadas pelo projeto foram escolhidas pela Secretaria, após um estudo que analisou as necessidades regionais e o perfil epidemiológico de cada uma.

Atendimento

Os pacientes poderão se consultar e receber vacinas, curativos e inalações, bem como coletar sangue para os exames laboratoriais. Haverá, ainda, atividades de promoção e prevenção da saúde. As novas unidades apresentarão equipes capacitadas para o atendimento humanizado.

“A população receberá um atendimento em uma unidade planejada para ser um posto de saúde. Todos os procedimentos aqui irão acontecer em um ambiente adequado, com material e conforto”, conta Teresa Walters, médica da unidade de Piraju.

As regiões beneficiadas pelo projeto foram selecionadas pela Secretaria de Estado da Saúde, após estudo que analisou as necessidades regionais e o perfil epidemiológico no território paulista. Do investimento total do programa, 70% são provenientes do BID, enquanto 30% têm origem no Tesouro Estadual.

“Os Departamentos Regionais de Saúde exercem o papel de representantes da gestão estadual em cada local, e oferecerão apoio integrado às clínicas Saúde em Ação da região, buscando sempre a efetividade no acesso e a qualidade na assistência ao usuário do SUS”, explica Fátima Bombarda, Gerente Técnica de Redes de Atenção do projeto.

COMENTÁRIOS