Governo de SP oferta testes de HIV e sífilis em pontos turísticos da capital

Governo de SP oferta testes de HIV e sífilis em pontos turísticos da capital

A Secretaria de Estado da Saúde vai ofertar mais de 6 mil testes de HIV e sífilis, na próxima semana, em diferentes pontos turísticos da cidade de São Paulo. As ações preventivas ocorrem de 2 a 9 de dezembro e integram a 12ª Campanha Fique Sabendo, para marcar o Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro).

Além da testagem para ambas as doenças, serão distribuídos cerca de 115 mil preservativos masculinos e femininos, bem como nove mil sachês de gel lubrificante. A programação é realizada por meio do Centro de Referência e Treinamento IST/Aids-SP, e integra locais como o Metrô Brás, Secretaria da Justiça, MASP, Memorial da América Latina, Casa da Cultura da Brasilândia, e conta com apoio da Aids Healthcare Foundation (AHF-Brasil).

A abertura acontece na segunda-feira (2), às 11h, com testagem no vão livre do Museu de Arte de São Paulo. Até o dia 9, as testagens ocorrerão em outros espaços públicos, turísticos e culturais da capital (confira abaixo a programação completa).

O teste rápido por fluído oral é gratuito, sigiloso e confiável. O resultado sai em aproximadamente 30 minutos, com privacidade e sigilo do paciente garantidos. Eventuais diagnósticos positivos serão direcionados para serviços de referência da rede pública de saúde para que o paciente possa dar início ao tratamento.

“O acesso à testagem e o diagnóstico precoce contribuem para o tratamento em tempo adequado e para a qualidade de vida das pessoas com HIV/Aids. A pessoa que tem o vírus e não sabe pode transmitir involuntariamente, por isso, é fundamental que todos com vida sexual ativa façam o teste”, explica o coordenador do Programa Estadual IST/Aids-SP, Alexandre Gonçalves.  “Apesar da queda da mortalidade entre pessoas que vivem com HIV/Aids ao longo da epidemia, seis pessoas ainda morrem diariamente em SP pela doença”, conclui.

A testagem é gratuita e está disponível durante o ano todo na rede pública de saúde. Informações sobre locais para fazer o teste podem ser obtidas por meio do Disque DST/AIDS: 0800 16 25 50.

“Esse é um dia importante para todos e todas pessoas envolvidas no enfrentamento da epidemia, seja profissional da saúde, seja da sociedade civil. Além da testagem, teremos uma atividade artística, com a construção de um painel grafitado com a participação das pessoas presentes. Queremos manter a promessa feita em muito espaços e há muito tempo: de que todas as pessoas devem ter acesso ao tratamento, assim como todas devem ter acesso aos insumos de prevenção e a testagem. Essa é uma luta de todos nós”, declara o diretor da AHF no Brasil, Beto de Jesus.

Adesão recorde

A 12ª edição da Campanha Fique Sabendo teve 99% de adesão por parte das Prefeituras. Neste ano, 640 municípios de SP aderiram à mobilização para ampliar o alcance das testagens de HIV e sífilis. “A adesão foi crescendo ao longo de 12 anos e agora chegou a 99,2% dos municípios. Este resultado é fruto do compromisso do estado de São Paulo na luta contra a Aids e na busca da ampliação do diagnóstico precoce de HIV e sífilis”, complementa o coordenador do Programa Estadual IST/Aids.

Em 2019, a campanha foca na importância do diagnóstico precoce destes dois agravos, principalmente entre jovens. A campanha anual é uma importante ação de intensificação da testagem junto às populações mais expostas às doenças.

O período oficial da campanha será de 1 a 7 de dezembro; no entanto, cada município poderá avaliar seu contexto local e estender as ações pelo tempo que considerar adequado. Desde 2017, o mês de dezembro é dedicado a atividades de enfrentamento do HIV/Aids e outras IST.

 

Programação:

Dia 2 – MASP (Av. Paulista, 1578)  – das 11h as 19h: 1 mil testes rápidos de HIV com fluido oral, 30 mil preservativos masculinos, 6 mil sachês de gel lubrificante, 2 mil preservativos femininos.

Dia 4 – Metrô Brás – das 10h30 as 14h30: 500 testes rápidos de HIV e sífilis, 500 autotestes de HIV, 15 mil preservativos masculinos, 1 mil sachês de gel lubrificante, 2 mil preservativos femininos.

Dia 6 – Memorial da América Latina (metrô Barra Funda)- das 9h30 as 16h: 500 testes rápidos de HIV e sífilis, 20 mil preservativos masculinos, 1 mil sachês de gel lubrificante, 2 mil preservativos femininos.

Dia 7 – Casa Cultural da Vila Brasilândia (Rua General Penha Brasil, 2508) – das 12h as 16h: 400 testes rápidos de HIV e sífilis, 400 autotestes de HIV, 20 mil preservativos masculinos, 2 mil sachês de gel lubrificante e 2 mil preservativos femininos.

Dia 9 – Secretaria da Justiça (Páteo do Colégio, 148, metrô Sé) – das 9h30 as 15h30: 400 testes rápidos de HIV e de sífilis, 400 autotestes de HIV, 20 mil preservativos masculinos, 1 mil sachês de gel lubrificante, 2 mil preservativos femininos.

COMENTÁRIOS