Governo anuncia R$ 7,3 milhões para conclusão do Hospital de Bebedouro

Governo anuncia R$ 7,3 milhões para conclusão do Hospital de Bebedouro

O Governador João Doria e o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, anunciaram nesta segunda-feira (29) investimentos de R$ 7,3 milhões para a segunda fase de obras do novo Hospital Estadual de Bebedouro, que ampliará a rede SUS da região de Barretos e oferecerá atendimento de média complexidade.

A segunda fase das obras deve começar ainda neste trimestre com a instalação das redes elétrica e hidráulica, instalação de ar condicionado, pintura e acabamentos. Também durante a visita à cidade, o Governador assinou acordo para oferta de dois cursos gratuitos do Centro Paula Souza na Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro.

Até o momento, o investimento foi de R$ 42 milhões para execução de 67% das obras, com conclusão prevista até o final do primeiro semestre de 2020. “Destinamos os recursos para a finalização das obras e os equipamentos deste hospital, que, se tudo correr bem, será entregue em julho do ano que vem”, disse Doria.

A unidade contará com 133 leitos, incluindo 20 de UTI adulto, além de quatro salas cirúrgicas e um Centro de Diagnóstico para realização de exames de imagem. O hospital ofertará atendimento em 17 especialidades médicas: Clínica Médica, Pediátrica, Obstetrícia, Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Vascular, Cirurgia Buco-Maxilofacial, Ginecologia, Gastroenterologia, Urologia, Ortopedia, Neurologia, Pneumologia, Infectologia e Radiologia.

Até o momento, 67% das obras estão executadas e a conclusão está prevista para o primeiro semestre de 2020. No total, serão investidos R$ 49,3 milhões, somando o montante destinado à primeira e segunda fases.

“A construção desse hospital é fundamental para fortalecer O SUS na região de Barretos. Nosso objetivo é entregar um hospital moderno e estruturado para garantir atendimento de qualidade para a população” afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

O hospital atenderá casos de urgência e emergência de forma referenciada, ou seja, encaminhada por outras unidades de saúde ou por serviços pré-hospitalares, como Samu e Resgate.

COMENTÁRIOS