Governo estuda parceria com USP e Butantan para a área de pesquisa

Governo estuda parceria com USP e Butantan para a área de pesquisa

O Governador de São Paulo, João Doria, se reuniu nesta quarta-feira (23/1) com o Presidente do Instituto Novartis de Pesquisa Biomédica, James Bradner, para discutir uma parceria da empresa com a Universidade de São Paulo (USP) e o Instituto Butantan, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, na área de pesquisa. O encontro aconteceu durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

“Nos últimos três anos, a Novartis do Brasil teve um investimento de US$ 150 milhões em programas de pesquisa. Agora, o objetivo é que o Governo de São Paulo, ao lado da Novartis, possa realizar um programa para os próximos 10 anos”, afirmou o Governador. Doria e Bradner irão se encontrar novamente, desta vez no Brasil, para o desenvolvimento desta proposta.

Doria está no Fórum Econômico Mundial para atrair investimentos estrangeiros para São Paulo. Entre o portfólio disponível, estão parcerias com o setor privado para que o Instituto Butantan se torne o maior produtor mundial de vacinas.

O Governador está apresentando no Fórum todo o pacote de desestatização do Estado. O plano de privatizações do Governo de São Paulo é extenso e contempla desde aeroportos até novos trechos de rodovias e estradas férreas estaduais.

Entre elas está a concessão de 20 aeroportos para a iniciativa privada, de 139 km de linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), de 79 km do Metrô, de hidrovias, parques estaduais e o Trem Intercidades (TIC), com 135 km entre a capital, Jundiaí, Campinas e Americana.

COMENTÁRIOS