Hemonúcleo de Santos reforça pedido de sangue à Baixada Santista

Hemonúcleo de Santos reforça pedido de sangue à Baixada Santista

 

 

O Hemonúcleo de sangue aproveita o Dia Mundial de Doador de Sangue, comemorado na última sexta-feira (17) e o mês de #JunhoVermelho para reforçar a conscientização e o ato solidário que pode salvar muitas vidas.

A  unidade é responsável por fornecer sangue para o Hospital Guilherme Álvaro e serviços de saúde de Mongaguá, Bertioga e São Vicente. Por isso, pede o apoio da população santista para manter o estoque da unidade cheio.

Não existe restrição de doação para tipos sanguíneos. Porém, atualmente, a maior necessidade é do tipo sanguíneo B+ e do grupo RH Negativo.

O ato de doar leva, no máximo, 30 minutos, e o organismo repõe o volume doado nas primeiras 24 horas após a doação.

“A doação de sangue, além de ser um ato de vida, é a forma mais democrática de se ajudar alguém. Você poderá ajudar um amigo ou um total desconhecido. É rápido, seguro, e fundamental para mantermos os estoques cheios na região da Baixada Santista”, afirma a coordenadora do Hemonúcleo de Santos, Rosângela Santos.

Procedimento para doar

Para doar sangue, basta estar em boas condições de saúde, comparecer alimentado ao posto de coleta, ter entre 16 e 69 anos (menores devem consultar site Secretaria da Saúde e maiores de 60 anos devem ter doado ao menos uma vez antes de completar a idade), pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato.

É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação.

Outros impedimentos poderão ser identificados durante a entrevista de triagem, no dia da doação. Para tanto, basta acessar o site da secretaria de Estado da Saúde e consultar os pré-requisitos de doação.

Segundo Sandra Montebello, médica da Fundação Pró-Sangue, o alerta para o risco de faltar sangue é constante e independe do atual momento acarretado pela greve. “Crises econômicas em geral afetam o funcionamento do banco. Pessoas não querem faltar ao trabalho e, muitas vezes, não têm dinheiro nem mesmo para o transporte até o hemocentro mais próximo. E se os níveis de estoque baixam ainda mais, a situação poderá ficar preocupante”.

 

Recomendações pós-doação:

Beba muito líquido, isso auxilia na reposição do volume que saiu do seu organismo

Evcite esforço físico e carregar peso

Se for fumante, evite fumar por, pelo menos, duas horas

Após a doação, tire o resto do dia para descanso, se possível

Mantenha o cuidado da saúde com uma alimentação leve e saudável

 

SERVIÇO

Hemonúcleo de Santos – Colsan

Rua Oswaldo Cruz, 197, Santos-SP

Tel: (13) 3223-2860

Segunda a Sábado das 8h às 12h30 (exceto feriado)

COMENTÁRIOS