Hospital Geral do Grajaú oferece curso inédito para doulas

Hospital Geral do Grajaú oferece curso inédito para doulas

O Hospital Geral do Grajaú, localizado na zona Sul da capital, oferta neste ano um curso inédito de doulas, ou seja, mulheres capacitadas para assistir gestantes durante o parto. As inscrições  estarão abertas hoje (28).

A primeira edição terá vinte vagas e, para participar do processo seletivo, as interessadas deverão ter mais de 18 anos e Ensino Médio completo. Para se inscrever, é preciso comparecer ao hospital, apresentar documento com foto e preencher uma ficha de cadastro. Elas farão, na mesma data, uma prova eliminatória de português, matemática e conhecimentos gerais. Na segunda fase, as selecionadas participarão de uma dinâmica de grupo (a data será informada às participantes).

Concluído o processo, as interessadas estarão aptas a assistir às aulas, que acontecerão de 12 de julho a 27 de novembro, das 8 às 10h30.

O curso será composto de 72 horas de aula prática e 40 de teoria. As alunas vão praticar o que aprenderam na própria Maternidade do Hospital Geral do Grajaú, ou seja, farão estágio apoiando presencialmente as gestantes que estiverem para ganhar um bebê.

“O trabalho das doulas aqui, no nosso hospital, também vai proporcionar o acolhimento a muitas mulheres nesse momento tão importante”, afirma a superintendente assistencial do Grajaú, Michele Malta. “É importante para quem precisa de apoio neste momento único e especial que é o parto e o nascimento do bebê”, complementa.

A maternidade do Hospital Geral do Grajaú tem espaços destinados ao parto normal humanizado. Faz parte da Rede Cegonha e do Hospital Amigo da Criança, selo conferido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas (Unicef).

Doulas

Doula é uma profissional treinada para auxiliar na área de saúde, sem formação acadêmica nas áreas da enfermagem e medicina. Portanto não exerce procedimentos técnicos e não substitui a enfermeira obstetriz, o técnico de enfermagem e o médico obstetra.

Durante sua formação, ela aprende a orientar e dar assistência à mulher antes, durante e depois do parto. Além disso, costuma explicar à gestante como será o momento do nascimento do bebê, com o objetivo de passar tranquilidade, orientar sobre os cuidados necessários com a criança – como a importância da amamentação, por exemplo –, além de fazer massagens e ensinar técnicas de respiração para aliviar a dor do parto, entre outras atribuições.

A iniciativa e gestão do curso de doula é do “Abrace Seu Bairro”, um projeto de transformação social do Hospital Sírio-Libanês que desenvolve atividades relacionadas à qualidade de vida, esporte, saúde, educação, cultura, lazer e qualificação profissional de famílias em situação de vulnerabilidade social.

O mercado para este tipo de profissional tem sido promissor. A maior parte das doulas trabalha de forma autônoma, com remuneração que varia de R$ 800 a R$ 2,5 mil por acompanhamento, preço variável de acordo com a experiência da pessoa e o tempo que ela terá de dispor para acompanhar a mulher assistida, conforme estimativas do Abrace Seu Bairro.

O Hospital Geral do Grajaú é administrado em parceria com a Organização Social de Saúde (OSS) Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês (IRSSL). Está localizado na Rua Francisco Octávio Pacca, 180, Parque das Nações, na Zona Sul de São Paulo.

COMENTÁRIOS