Idealizadora da Rede Lucy Montoro é homenageada na Feira Hospitalar 2018

Idealizadora da Rede Lucy Montoro é homenageada na Feira Hospitalar 2018

Ao centro, a Profa. Dra. Linamara segura a placa com sua homenagem

 

Nesta semana, a Rede Lucy Montoro e o Instituto de Medicina Física e Reabilitação (IMREA) do HC FMUSP participaram ativamente da Feira Hospitalar, grande evento que reuniu os maiores representantes do setor de negócios e tecnologia na área da Saúde.

Na última quinta-feira (24) a Feira, que comemora 25 anos, aproveitou para prestar uma homenagem aos parceiros e personalidades da área da saúde que colaboraram para a consolidação do evento. Entre eles, a Profa. Dra. Linamara Rizzo Battistella, que, além de idealizadora da Rede Lucy Montoro, é Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Segundo a organização, Linamara é “uma grande parceira e incentivadora e que, neste ano de 2018, completa 10 anos à frente da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e também à frente da Rede de Reabilitação Lucy Montoro”.

Simpósio
Como parte da programação da Feira Hospitalar, no dia 22, a Rede Lucy Montoro também marcou presença durante o Simpósio “A Neurociência e seus impactos na Reabilitação”.

O Simpósio teve abertura da Profa. Dra. Linamara e contou com palestras de pesquisadores e profissionais renomados na área, dentre eles o Professor Gerard E. Francisco, Professor de Medicina Física e Reabilitação da Universidade do Texas, EUA, especialmente convidado para o evento.

Além dele, profissionais da Rede Lucy Montoro e professores/pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP também proferiram sobre temas a cerca dos avanços científicos nas áreas de neuropatia, biomarcadores, neuroplasticidade, etc. As palestras foram seguidas de discussão de casos clínicos com a participação de toda a audiência.

A Profa. Dra. Linamara também palestrou sobre o tema “Olhar do Atendimento Médico da Pessoa com Deficiência – Políticas de Referência do Governo do Estado de São Paulo”, na quarta-feira (23).

Em sua fala, a Secretária ressaltou a relevância de eventos que unem grupos para discutir temas importantes para o segmento, “importante nos encontrarmos, para poder de alguma maneira fortalecer o segmento a partir da troca de conhecimento e da discussão sobre boas estratégias”. Ela continuou, “às vezes, a lei é adequada, mas a aplicação dela fica diluída ou pela falta de conhecimento, ou às vezes pela falta de uma boa articulação com as redes de serviço”.

Uma década como referência

A diretora do Serviço de Psicologia e Inclusão e Apoio Social, Vera Lúcia Rodrigues, explica que os serviços da Rede Lucy Montoro “vão desde a reabilitação até o apoio ao processo de empregabilidade. E, nos casos em que o candidato não seja elegível, segundo os critérios da Rede, para iniciar o atendimento, ele recebe informações e recomendações para outros centros que possam atender às suas necessidades”.

O Programa oferecido pela Rede de Reabilitação Lucy Montoro inicia com a Reabilitação Clínica e tem como objeto conclusivo a Reabilitação Profissional. A reabilitação robótica é um dos grandes avanços tecnológicos presentes na Rede Lucy, abrindo possibilidades maiores para recuperação de movimentos de seus pacientes. A gameterapia, por exemplo, coloca a pessoa num ambiente de jogo, estimulando-a a se movimentar. A Lokomat estimula a movimentação de quadril e pernas em uma esteira.

Em meio à reabilitação, os pacientes podem descobrir uma nova maneira de encarar a realidade, como é o caso de José Messias da Silva, 49, que sofreu um acidente de trabalho, ocasionando a amputação acima de seu joelho esquerdo. “Nunca pensei que fosse conseguir voltar a andar. O tratamento aqui é maravilhoso e os profissionais também”, destaca José Messias. Os ganhos na mobilidade foram essenciais para ele, que é morador de Narandiba, interior de São Paulo, e faz reabilitação na unidade da Vila Mariana, capital paulista. “Tive a oportunidade de me sentir melhor que antes de sofrer o acidente e montei uma confeitaria, além de fazer curso de Turismo Rural”, completa.

Em 2014, a entidade se tornou a primeira instituição brasileira a conquistar a acreditação da Commission on Accredition of Rehabilitation Facilities, organização internacional renomada em reabilitação e reconhecida mundialmente pelos níveis altos de exigência de qualidade.

COMENTÁRIOS