Iniciativa premiará aplicativos desenvolvidos por adolescentes

Iniciativa premiará aplicativos desenvolvidos por adolescentes

Inscrições vão até o final do mês de agosto

O Prêmio Aplicativo Saúde Adolescente, iniciativa da Secretaria Estadual da Saúde do Estado de São Paulo em parceria com a Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) e que conta com a execução do CIEDS, está com inscrições abertas até o final de agosto.

A iniciativa irá premiar o autor do melhor aplicativo voltado à saúde sexual reprodutiva com uma viagem para os EUA, com tudo pago, para participar da Conferência Youth Health, e outra para um Congresso no Rio de Janeiro. Os autores dos demais aplicativos de destaque ganharão smartphones e serão certificados em um evento de encerramento realizado em São Paulo.

Na seção “material de apoio”, disponível no site do prêmio, os participantes encontram uma série de materiais sobre saúde e devem pensar em formas de disseminar os conhecimentos adquiridos através de aplicativos mobile por meio de uma plataforma de fácil navegação que será disponibilizada após a inscrição. “Os apps devem abordar temas importantes para a saúde do adolescente como prevenção de DSTs, gestação e início da vida sexual”, conta Sérgio Rosenhek, coordenador executivo do CIEDS.

“A principal expectativa é que se reduzam as distâncias entre os serviços e as equipes de saúde com os adolescentes e jovens, fazendo com que as informações cheguem nos usuários com qualidade e assertividade”, afirma Guto Vitoy, consultor da OPAS.

Para Albertina Duarte, Coordenadora Estadual do Programa Saúde do Adolescente, esta iniciativa é um exemplo que deve ser adotado por outros estados e países. “Essa é uma demonstração para o mundo da mobilização de São Paulo na área da saúde. Uma mobilização coletiva entre profissionais da saúde diretamente com os adolescentes”, afirma.

A participação no Prêmio poderá ser individual, para qualquer adolescente entre 10 e 19 anos residente no estado de São Paulo e em dupla ou trio para adolescentes que façam parte de alguma Casa do Adolescente ou ONG do estado de São Paulo. As inscrições devem ser feitas pelo site www.aplicativosaudeadolescente.com.br.

 

COMENTÁRIOS