Inscrições para o 1º Prêmio “Aplicativo Saúde do Adolescente” estão abertas

Inscrições para o 1º Prêmio “Aplicativo Saúde do Adolescente” estão abertas

Iniciativa visa modernizar a comunicação e facilitar ações preventivas de saúde na adolescência

Adolescentes de todo o Estado de São Paulo interessados em participar do 1º Prêmio “Aplicativo Saúde do Adolescente” já podem fazer suas inscrições pelo site www.aplicativosaudeadolescente.com.br.

A iniciativa, lançada em março pela Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) e o CIEDS (Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável), pretende estimular soluções tecnológicas e criativas para abordar questões ligadas à adolescência.

Para participar, é necessário ter idade entre 10 e 19 anos e residir em qualquer cidade paulista. Além disso, é fundamental se inscrever, até o dia 31 de agosto, no site indicado acima, onde também estarão disponíveis instruções de suporte ao desenvolvimento dos aplicativos.

Os APPs devem ter como tema central a saúde sexual e reprodutiva, como conteúdos sobre prevenção de DSTs, gestação e início da vida sexual. Os critérios para escolha dos finalistas serão: aplicação prática, inovação, conteúdo, interatividade, layout, usabilidade e relevância.

As ferramentas criadas serão avaliadas por uma equipe técnica composta por especialistas em saúde e tecnologia, e também por um júri popular. Os melhores serão premiados com smartphones e o desenvolvedor do aplicativo vencedor viajará para os Estados Unidos para participar da conferência internacional Youth Health, e para um congresso nacional no Rio de Janeiro, com tudo pago.

Três as categorias serão premiadas: Individual, Coletivo de ONGs (grupo de dois a três adolescentes beneficiados por ONGs) e Coletivo Casa do Adolescente (grupo de dois a três adolescentes atendidos pelas Casas do Adolescente).

A divulgação dos finalistas está prevista para o dia 11 de setembro e a dos melhores aplicativos, no dia 28 do mesmo mês. O evento de encerramento está agendado para 24 de outubro.

“Esta iniciativa coloca o Estado de São Paulo na vanguarda da mobilização coletiva voltada à saúde na adolescência, que abrange os próprios adolescentes, nossos profissionais e as entidades parceiras. Nossa perspectiva é modernizar e otimizar a comunicação com esses adolescentes, com o objetivo de discutir de modo direto, inteligente e ágil os assuntos fundamentais sobre sua saúde”, destaca Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa Estadual de Saúde do Adolescente.

Outras informações também estão disponíveis na página do Facebook “Aplicativo Saúde Adolescente”: https://www.facebook.com/aplicativosaudeadolescente?fref=ts.

COMENTÁRIOS