Instituto Butantan promove ciclo de palestras sobre Inovação Tecnológica

Instituto Butantan promove ciclo de palestras sobre Inovação Tecnológica

Nesta terça-feira (10), foi realizado no Instituto Butantan, por meio da Esib (Escola Superior do Butantan), o evento “Inovação Tecnológica em Debate”. Além de palestras, também ocorreu o lançamento do “Dicionário de Inovação Tecnológica”, obra escrita por um coletivo de especialistas de todo o país e do qual também participou o gestor do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do Butantan, Fábio Groff.

Uma das palestrantes a professora de direito Administrativo da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Carolina Mota Mourão, explicou para a plateia, formada majoritariamente por colaboradores do IB, que a inovação busca sempre o desconhecido, enquanto o direito busca a segurança.

“Precisamos de uma cultura jurídica da Inovação, precisamos entender como juntos podemos inovar, para isso é necessária uma transformação jurídica”, disse Carolina que também é pesquisadora do Núcleo Jurídico da Inovação e Competitividade do Instituto de Estudos Avançados da USP.

Já Groff falou, dentre outras coisas, sobre os campos da criação (estética e técnica) e os conceitos da Lei de Inovação. A legislação passou por alterações em 2016. “Dos meus 20 anos de formado, há 16 tenho me dedicado ao trabalho com propriedade intelectual”, ressaltou o gestor que utilizou situações do dia a dia como exemplos para tornar a palestra mais didática.

O dicionário lançado ontem tem 160 verbetes e tem a intenção de explorar o significado e o alcance dos principais termos e expressões utilizadas no cotidiano da Inovação Científica e Tecnológica. O objetivo, segundo Groff, é contribuir para a construção de uma infraestrutura jurídica da Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil, por meio de verbetes curtos e de leitura acessível.

COMENTÁRIOS