Instituto do Câncer recebe palestrantes internacionais para discutir o cuidado humanizado e a experiência do paciente

Instituto do Câncer recebe palestrantes internacionais para discutir o cuidado humanizado e a experiência do paciente

I Simpósio Internacional da Experiência do Paciente reúne especialistas da Califónia, Madri e do Brasil, além de pacientes do Icesp, em debate sobre gestão organizacional, assistência humanizada e novas tecnologias

 

O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), maior centro público de oncologia do país, ligado a Secretaria de Estado da Saúde e a Faculdade de Medicina da USP, promoverá um encontro inédito para debater a experiência do paciente e toda sua jornada ao longo do tratamento, junto à importância de uma cultura assistencial ética e humanizada, em um simpósio internacional, nesta sexta-feira (6) e sábado (7).

Com a temática de “um novo olhar sobre o paciente”, o evento destacará aspectos relevantes em gestão organizacional, debatendo como o sistema de saúde está se adequando para garantir assistência humanizada, e o uso de novas tecnologias, que chegam para oferecer mais autonomia aos pacientes e familiares. “Entendemos que o paciente deve ser empoderado para se tornar um agente participativo, corresponsável por seu tratamento e com autonomia para exigir empatia e solidariedade dos profissionais que atuam em seu cuidado”, destaca Maria Helena Sponton, gerente de Humanização do Icesp.

Aliado às perspectivas internacionais, o Simpósio contará com a participação do médico Rodrigo Bornhausen Demarch, da Universidade de Stanford, que atua no centro de bioengenharia (Byers Center for Biodesign), na Califórnia, voltado para a criação de tecnologia de cuidados de saúde. O especialista falará sobre design thinking (processo de pensamento crítico e criativo com foco em inovação) e comportamento saudável. Diretamente de Madri, via transmissão ao vivo, o especialista Carlos Bezos Daleske, diretor do Instituto de Experiência do Paciente, na Espanha, irá compartilhar sua experiência sobre a jornada do paciente, que envolve qualidade, segurança, o próprio desfecho clínico e sua satisfação, que deve ser acompanhada de perto e medida por indicadores institucionais.

O Simpósio Internacional de Experiência do Paciente, que vai abrigar, ainda, o III Simpósio de Humanização do Icesp, também contará com a participação de pacientes em mesas redondas sobrestorytelling (contação de narrativas) e o poder da história pelos olhos do paciente. A paciente Gislene Charaba, ex miss e modelo, em tratamento contra o câncer de mama desde 2016, falará um pouco mais sobre a vida após a descoberta da doença. O médico do Icesp João Figueiró, que também passou a ser paciente após a descoberta de um tumor, contará sobre a experiência em estar dos “dois lados”.

“Criamos esse simpósio pensando em ir além dos conceitos teóricos, nós queremos aprender, na prática, a dialogar melhor e também a aprimorar o acompanhamento desses indicadores que nos mostram a eficiência do serviço ao longo da jornada individual de cada paciente. O objetivo é debater o protagonismo dessas pessoas, que apesar de dividirem o mesmo ambiente hospitalar, são únicas, com suas histórias de vida, dificuldades e propósitos”, explica Maria Helena.

 

Confira a programação completa do evento.

 

Serviço:

I Simpósio Internacional da Experiência do Paciente e III Simpósio de Humanização

Quando: sexta-feira (6), das 18h às 21h, e sábado (7), entre 7h30 e 17h30
Onde: Icesp – Avenida Dr. Arnaldo, 251  Cerqueira César

COMENTÁRIOS