Lúcia França visita o Bom Prato da Lapa e se surpreende com qualidade

Lúcia França visita o Bom Prato da Lapa e se surpreende com qualidade

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), a professora Lúcia França, visitou nesta segunda-feira (4) a unidade do Bom Prato da Lapa, na zona oeste paulistana, e se surpreendeu com a qualidade do serviço.  Com mais de 1.600 almoços e 300 cafés-da-manhã servidos diariamente no local, a professora Lúcia ficou impressionada com a importância do programa para a comunidade.

“É impressionante o número de pessoas que vem almoçar no Bom Prato. Fico muito feliz em saber que o governo do Estado proporciona uma alimentação saudável para as pessoas por meio deste programa”, comentou a presidente do Fussesp.

Gerida pela Fundação Comunidade da Graça, a unidade Lapa é considerada o primeiro Bom Prato da região oeste e um dos primeiros do Estado. Hoje, já são 51 unidades do programa em funcionamento, sendo 22 localizadas na capital, oito na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior.

“Se eu tivesse um emprego perto daqui, viria almoçar todos os dias. Sai muito em conta, gastando 20 reais mensais”, conta Joaquim Paulino, cliente da unidade.

Criado há 16 anos pelo Governo do Estado de São Paulo e desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, o Bom Prato oferece almoço completo com suco e sobremesa ao custo de R$ 1.

“Não tem Bom Prato melhor que esse. Eu almoço e depois venho jantar aqui desde a fundação”, comenta Paulinho de Jesus, mais um cliente satisfeito.

Além disso, oferece cafés-da-manhã a R$ 0,50 e serviços como internet gratuita, com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

42515025672_d40c3be0cb_b

Rede

Desde o ano 2000, a rede de restaurantes oferece alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“Nosso desafio diário é proporcionar a melhoria da qualidade de vida da população do Estado. Nossa principal motivação é fazer com que todos fiquem satisfeitos com o atendimento e a alimentação de qualidade”, enfatiza a diretora da rede Bom Prato, Thêmis Kleiber.

No território paulista, o Bom Prato tem a coordenação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. Diariamente, são servidas aproximadamente 89 mil refeições. Com 17 anos de atendimento, as equipes do programa já prepararam mais de 200 milhões de pratos, com investimento de mais de R$ 558 milhões.

COMENTÁRIOS