Medicina da USP tem dois docentes entre os mais influentes do mundo

Medicina da USP tem dois docentes entre os mais influentes do mundo

A Faculdade de Medicina da USP tem dois nomes na lista de pesquisadores mais influentes da Highly Cited Researchers 2018. Divulgada anualmente pela consultoria Clarivate Analytics desde 2014, a compilação é elaborada a partir de uma análise da quantidade de citações de artigos publicados por um pesquisador ao longo de uma década, utilizando a plataforma Web of Science.

Os selecionados para a lista pertencem ao grupo dos 1% de pesquisadores que mantiveram as mais altas médias de citações durante o período. Figuram na lista os professores Paulo Andrade Lotufo e Guilherme Vanoni Polanczyk. Além deles, outros dois docentes da Universidade de São Paulo figuram na lista: Carlos Augusto Monteiro, da Faculdade de Saúde Pública (FSP) e Paulo Artaxo, do Instituto de Física (IF).

Ao todo, foram selecionados cerca de 4 mil pesquisadores, em 21 áreas do conhecimento. Os Estados Unidos são o país com maior número de pesquisadores mencionados, 2.639 ao todo; em seguida aparece o Reino Unido, com 546; e em terceiro lugar a China, com 482. A Universidade de Harvard (EUA) é a instituição de pesquisa com maior número de pesquisadores, 186.

COMENTÁRIOS