Mulheres já podem marcar mamografia sem pedido médico em SP

Mulheres já podem marcar mamografia sem pedido médico em SP

Agendamento pelo call center da  Secretaria de Estado da Saúde está disponível para quem tem entre 50 e 69 anos, nasceu em ano par e faz aniversário em fevereiro

 

Mulheres paulistas com idades entre 50 e 69 anos, que nasceram em ano par e fazem aniversário nos meses de janeiro e fevereiro já podem marcar, a partir desta segunda-feira, 17, seus exames de mamografia sem necessidade de pedido médico, gratuitamente, pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

A iniciativa, da Secretaria de Estado da Saúde, foi anunciada no início do mês pelo governador Geraldo Alckmin. O objetivo do programa estadual “Mulheres de Peito” é rastrear ativamente o câncer de mama e incentivar a realização de exames preventivos para detecção precoce da doença.

Para fazer o agendamento da mamografia basta ligar para o call center da Secretaria, pelo número08007790000. O serviço telefônico estará disponível de segunda a sexta-feira, das 08h às17h.

No próximo mês será a vez das aniversariantes de março agendarem a mamografia sem necessidade de pedido médico. Esta primeira fase do programa é destinada a quem nasceu em ano par, mas caso a mulher tenha nascido em ano ímpar e esteja há mais de dois anos sem fazer o exame, também poderá fazer o agendamento no mês de seu aniversário, ainda este ano.

As mulheres nascidas em ano ímpar e que realizaram o exame recentemente terão a oportunidade agendar a mamografia no próximo ano, também no mês do aniversário, nos mais de 300 serviços de saúde com mamógrafo da rede pública, como AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), hospitais e clínicas. Doze mil mamografias a mais serão ofertadas na rede com o programa.

A previsão é de que a mamografia seja realizada ainda no mês de aniversário da paciente ou, no máximo, em 45 dias após a solicitação do exame. Caso sejam detectadas alterações no exame ou suspeitas de câncer, a paciente será encaminhada a um serviço de referência do SUS para fazer exames complementares, acompanhamento ou tratamento, de acordo com cada caso.

“O Programa ‘Mulheres de Peito’ tem entre seus principais objetivos não só suprir a demanda reprimida, mas também diminuir o tempo de espera para a realização de mamografia. Com essa ação, o governo do Estado de São Paulo quer aumentar a cobertura do exame entremulheres na faixa dos 50 a 69 anos, estimular o rastreamento e ampliar o acesso ao diagnóstico precoce do câncer de mama. Quanto mais cedo o diagnóstico, maior a chance de sucesso no tratamento”, afirma o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

COMENTÁRIOS