Municípios de Manduri e Iaras recebem clínicas do Saúde em Ação

Municípios de Manduri e Iaras recebem clínicas do Saúde em Ação

O governador Márcio França entregou nesta quinta-feira (10) três novas clínicas (Unidades Básicas de Saúde) do Programa Saúde em Ação – duas em Manduri e uma em Iaras.

As três unidades tiveram investimento de R$ 9 milhões, valor que engloba construções e compra de equipamentos novos.

“São muitas obras a serem inauguradas, então a gente tem feito assim, ao mesmo tempo, para poder abrir as unidades. Era injusto com o munícipe deixar a Unidade Básica de Saúde fechada, a escola fechada, às vezes conjunto habitacional fechado, porque o governador não foi inaugurar. Então, a gente conseguiu fazer isso ao mesmo tempo, os prefeitos abrem e, mais tarde, quando eu for visitar, eu vou lá visitar a obra já inaugurada”, disse Márcio França sobre o descerramento da placa.

Além das inaugurações, a região do Vale do Jurumirim contará com outras 14 clínicas do tipo UBS e um Ambulatório Médico de Especialidades (AME), em construção na cidade de Avaré.

Estrutura

Entregue já equipada à administração municipal, cada clínica do Saúde em Ação possui 359 m² de área construída. Em dezembro, foram inauguradas as primeiras unidades do programa, nas cidades de Avaré e Paranapanema. Os espaços têm 12 salas, com locais específicos para vacinas, odontologia, inalação, procedimentos e coleta.

As instalações do tipo UBS são consideradas as portas de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) e têm capacidade de realizar, em média, cerca de 1.800 mil atendimentos por mês, entre consultas médicas e odontológicas.

“Com a organização da rede primária de atendimento, teremos uma rede de saúde integrada. Os serviços possuem a capacidade de atender cerca de 85% dos casos de saúde, reduzindo a demanda nos hospitais e dando mais resolutividade à rede”, explica o coordenador do programa Saúde em Ação, Ricardo Tardelli.

Atendimento

Os pacientes poderão se consultar e receber vacinas, curativos e inalações, bem como coletar sangue para os exames laboratoriais. Haverá, ainda, atividades de promoção e prevenção da saúde. As novas unidades apresentarão equipes capacitadas para o atendimento humanizado.

As regiões beneficiadas pelo projeto foram selecionadas pela Secretaria de Estado da Saúde, após estudo que analisou as necessidades regionais e o perfil epidemiológico no território paulista. Do investimento total do programa, 70% são provenientes do BID, enquanto 30% têm origem no Tesouro Estadual.

“Os Departamentos Regionais de Saúde exercem o papel de representantes da gestão estadual em cada local, e oferecerão apoio integrado às clínicas Saúde em Ação da região, buscando sempre a efetividade no acesso e a qualidade na assistência ao usuário do SUS”, explica Fátima Bombarda, Gerente Técnica de Redes de Atenção do projeto.

O programa

Lançado em janeiro de 2017, o Programa Saúde em Ação é uma parceria inédita que prevê obras e reforma de 168 serviços de saúde em cinco regiões do Estado. A iniciativa também apresenta obras no Vale do Ribeira e litoral norte, bem como nas regiões de Campinas e Itapeva. O investimento total soma R$ 826 milhões.

Do total a ser investido, 70% são provenientes do BID e 30% são de recursos do tesouro do Estado. “O governo do Estado de São Paulo vem buscando, cada vez mais, novas parcerias que facilitem o financiamento de projetos desenvolvidos com o objetivo de ampliar e melhorar o acesso da população a serviços de saúde modernos, bem equipados e próximos de suas residências”, diz David Uip, Secretário de Estado da Saúde de São Paulo no período de lançamento.

 

COMENTÁRIOS