Museus da Saúde participam de Dia Internacional dos Museus

Museus da Saúde participam de Dia Internacional dos Museus

No próximo dia 18 de maio é celebrado o Dia Internacional dos Museus. A partir desta data começa em São Paulo a campanha “É Dia de Museu”, com a finalidade de apresentar ao público paulista a diversidade da programação dos museus do Estado.

A visita a todos os museus participantes é gratuita. Além disso, os visitantes poderão contribuir com o “ingresso solidário”, em que o cidadão que doar uma peça de roupa para a Campanha do Agasalho recebe um Passaporte dos Museus, que garante uma entrada gratuita em cada um dos museus. Serão 10 mil exemplares exclusivos para a ação, distribuídos por ordem de chegada.

Para a Professora Lúcia França, presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado, a parceria promove o fortalecimento da cidadania. “Museus podem ser instrumentos de transformação social e são fundamentais para conscientização de temas como empatia, acolhimento, entendimento da própria identidade e cultura de paz”, explica.

Dentro da programação do Dia dos Museus, há alguns espaços interessantes que contam a história da saúde. Um dos destaques é o Museu de Microbiologia, que, entre os dias 15 e 20 de maio, conta com a ação educativa “O Que Você Sabe Sobre a Gripe?”. O tema é importante, pois nesta época do ano, em meados do outono e prestes a entrar o inverno, as pessoas têm muitas dúvidas e preocupações sobre as doenças mais comuns do período, como, por exemplo, gripe e resfriado.

“É muito importante que o paciente tenha uma noção das diferenças entre as duas doenças e, caso desconfie de que esteja gripado, procure um médico e jamais ignore a doença. A gripe é uma doença tão séria que possui um tratamento e uma vacina específicos, enquanto o resfriado, não”, afirmou o infectologista Ralcyon Teixeira, supervisor do pronto-socorro do Instituto Emílio Ribas.

Você pode saber mais sobre os museus sobre saúde no Estado nesse link.

Site permanente e ampliação do conhecimento

A programação dos museus na data poderá ser conferida na página http://cultura.sp.gov.br/diademuseu. Posteriormente, o site será atualizado tanto com as atividades que já fazem parte do calendário dos museus como com as informações das próximas edições da campanha “É Dia de Museu”.

“Os museus da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo possuem acervos e atividades que permitem aprendizado e diversão, muitos com entrada livre ou ingressos com valores acessíveis – sem contar a gratuidade que ocorre na maior parte da rede aos sábados. Com essa campanha, queremos facilitar ainda mais o acesso do público à programação de atividades e ampliar o acesso à cultura. Museus não são somente locais de preservação de memória, mas também de criação de memórias pessoais, intransferíveis e inesquecíveis”, explica o Secretário da Cultura do Estado, Romildo Campello.

Novas experiências em momentos especiais

A campanha “É Dia de Museu” nasce no ambiente digital, com a alimentação de site dinâmico, desenvolvido especialmente para a campanha, que ficará no ar permanentemente. As mídias sociais dos museus e da própria Secretaria da Cultura também informarão os seguidores sobre a programação temática, em postagens com a mesma identidade visual e com a hashtag #diademuseu.

Em datas específicas, o público poderá conferir programação temática ou mesmo sugestões de passeios que combinem com o dia selecionado. “Queremos inspirar novas experiências em momentos especiais. Um casal pode optar por celebrar o Dia dos Namorados com um passeio em um museu com restaurante, por exemplo. O objetivo da campanha é inspirar e cativar as pessoas a buscarem novas experiências a partir da programação e dos serviços oferecidos pelos museus”, explica Regina Ponte, coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura.

Nas datas com programações temáticas, os usuários serão convidados a postar suas fotos nas mídias sociais com a hashtag #diademuseu. As fotos irão fazer parte de uma galeria de imagens no próprio site da campanha: “os registros das experiências dos visitantes criam um espaço de compartilhamento dessas memórias no ambiente virtual”, finaliza a coordenadora.

Museus da Secretaria da Cultura do Estado

Na capital

Casa Guilherme de Almeida

Casa Mário de Andrade

Casa das Rosas

Memorial da Resistência

Museu Afro Brasil

Museu Catavento

Museu da Arte Sacra

Museu da Casa Brasileira

Museu da Diversidade Sexual

Museu da Imagem e do Som – MIS-SP

Museu da Imigração

Museu da Língua Portuguesa (ações extramuros e no ambiente digital)

Museu do Futebol

Paço das Artes (no MIS-SP e na Oficina Cultural Oswald de Andrade)

Pinacoteca/Estação Pinacoteca

No interior e litoral

Museu do Café – Santos

Museu Felícia Leirner – Campos do Jordão

Museu Índia Vanuíre – Tupã

Museu Casa de Portinari – Brodowski

Museus que fazem parte do SISEM-SP – acesse www.sisemsp.org.br

Sobre o Passaporte dos Museus

Criado em 2013, o Passaporte de Museus é um livreto que garante entrada gratuita em cada um dos museus da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em qualquer dia da semana. Ele funciona principalmente como uma peça lúdica de divulgação, que desperta a curiosidade do público e o estimula a conhecer os museus.

A cada instituição visitada, a pessoa ganha a entrada grátis e um carimbo na página correspondente – como em um passaporte de verdade. O desafio é ganhar os 18 carimbos. Quem quiser, pode até personalizar o seu exemplar escrevendo o nome e colando uma foto 3×4 cm.

Sobre a Campanha do Agasalho

A Campanha do Agasalho é uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo – FUSSESP, tendo como parceiros todas as Secretarias de Estado, empresários e a sociedade civil.

O FUSSESP, com o apoio dos diversos segmentos da sociedade, planeja estratégias, estabelece locais de arrecadação e coordena ações para ajudar milhares de famílias carentes a enfrentar o inverno com mais segurança, dignidade e calor humano. As doações são encaminhadas a entidades assistenciais, hospitais, albergues da Capital e de todos os Municípios do Estado de São Paulo.

COMENTÁRIOS