Mutirão em SP vai oferecer 87 mil testes rápidos para diagnóstico de HIV

Mutirão em SP vai oferecer 87 mil testes rápidos para diagnóstico de HIV

Campanha terá início no próximo dia 25 em 270 cidades; exames usam amostras de saliva para detectar o vírus da Aids

A Secretaria de Estado da Saúde promove a partir desta quarta-feira, 25 de novembro, um mutirão que irá oferecer 87 mil testes rápidos para diagnóstico do HIV.  A iniciativa ocorre há menos de uma semana do Dia Mundial de Luta Contra a Aids (1º de dezembro).

A campanha “Fique Sabendo”  vai utilizar amostras de saliva para detectar o vírus da Aids.  O objetivo é estimular a população sexualmente ativa a realizar o teste anti-HIV.

Cerca de 270 municípios realizarão ações em locais públicos (praças e parques) para facilitar o acesso das pessoas interessadas em fazer o exame. A atividade mobilizará 40 mil profissionais de saúde em 3.650 unidades, incluindo 84 penitenciárias, em todo o Estado.

“Os testes via fluido oral atrai quem tem medo de picar o dedo para retirada de sangue”, diz Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids-SP.  Ela lembra que o diagnóstico precoce do HIV é fundamental para o controle e o tratamento da Aids quando a doença se manifesta.

Na Capital o lançamento oficial da campanha será no Centro de Referência e Treinamento DST/Aids (Rua Santa Cruz, 81, Vila Mariana),  a partir das 9h do dia 25.

COMENTÁRIOS