Novo portfólio da DDC apresenta a ciência por trás de 16 laboratórios do Butantan

Novo portfólio da DDC apresenta a ciência por trás de 16 laboratórios do Butantan

A DDC (Divisão de Desenvolvimento Científico) acaba de criar e disponibilizar um novo portfólio que apresenta suas áreas, suas linhas de pesquisa e os pesquisadores que atuam em seus 16 laboratórios. O conteúdo, que foi feito em parceria com o Núcleo de Produções Técnicas e já está disponível no site institucional do Butantan, em breve ganhará também uma versão impressa.

A DDC é considera hoje um dos carros-chefe do Butantan ao lado DDII (Divisão de Desenvolvimento e Inovação Industrial) e da DDTP (Divisão de Desenvolvimento Tecnológico e Produção).

“A ideia, com este portfólio, é mostrar as linhas de pesquisa de forma técnica, mas a partir de um passeio virtual pelo Butantan. O objetivo é mostrar a integralidade que existe entre as áreas da DDC e expressar a ciência pela arte, para sensibilizar a percepção do público”, explica Maisa Splendore, pesquisadora responsável pela produção do portfólio.

Esta é a primeira vez que a área conta com um mapeamento completo de suas atividades e o disponibiliza digitalmente. O projeto foi chefiado pela diretora da DDC, Sandra Coccuzzo, redigido por Maisa Splendore e formatado para o site pela designer Carolina Avancini, o assistente de produções Mauricio Gonçalves e o diretor-técnico do NPT, Antonio da Costa.

Ao acessar a página da DDC no site institucional, o internauta terá à disposição informações técnicas e também fará um passeio virtual pelo IB a partir de imagens e textos com metáforas e analogias para explicar a ciência realizada na divisão.

“No parque e nos museus do Butantan, também temos a expressão do que se faz na DDC de forma pedagógica, às vezes lúdica e muitas vezes interativa. Dessa forma pensei que seria bom sair do formato cartesiano e engessado de portfólio, para poder mostrar o diferencial do Instituto, sem perder o compromisso com as informações técnicas”, explicou Maisa.

A própria organizadora do portfólio é um exemplo de pesquisadora da DDC com trabalhos em área que se relacionam. Maisa é pesquisadora do Laboratório de Imunopatologia e membro do Conselho de Cultura do IB. Ela desenvolve pesquisas na área de Venenos e Envenenamento (pesquisando uma toxina de veneno com potencial antitrombótico e antitumoral) e também na área de Resposta Inflamatória (estudando sinalização da resposta inflamatória dentro dos tumores).

A DDC é composta por nove áreas que englobam 16 laboratório e diversas linhas de pesquisa. A divisão concilia desde o conhecimento em pesquisa básica até pesquisa com potencial de aplicação, visando as necessidades da missão institucional do Butantan. Além disso ela se desenvolve apresentando interface com a produção, desenvolvimento, inovação e cultura.

Para saber mais sobre sobre a DDC clique aqui.

COMENTÁRIOS