Pesquisador do IB lança livro que cataloga serpentes da Mata Atlântica

Pesquisador do IB lança livro que cataloga serpentes da Mata Atlântica

Foi lançado na última quinta (8), no auditório do Museu Biológico do Instituto Butantan, o livro “Serpentes da Mata Atlântica: Guia Ilustrado para as Florestas Costeiras do Brasil”. A obra foi escrita pelo pesquisador Otavio Marques, do Laboratório de Ecologia e Evolução do Butantan, em parceria com André Eterovic, da Universidade Federal do ABC (UFABC), e Ivan Sazima, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

A publicação é a de número 5 da série sobre serpentes dos biomas brasileiros e registra 142 espécies localizadas na faixa litorânea, entre o Nordeste e o Sul do país. O guia disponibiliza informações sobre morfologia, dentição e biologia de cada uma, indica quais animais são venenosos ao Homem e possui mapas de distribuição dos animais no território nacional. A apresentação do livro é assinada pelo diretor do Instituto Butantan, professor Dimas Tadeu Covas.

Seguindo a premissa de ser um conteúdo tanto para o público leigo quanto especializado no assunto, o guia tem um formato que permite ser levado na mochila ou na bolsa, ideal para viagens em campo ou até para uma leitura despretensiosa. A diagramação com ícones, fotografias e textos concisos permite maior acessibilidade e reforça a mensagem sobre a importância da preservação desses animais e de seu habitat.

 

“Este livro permite que a pessoa entre em contato com praticamente todas as espécies de serpentes que existem na região costeira da Mata Atlântica, também conhecida como Floresta Ombrófila Densa, que permeia todo o litoral do Brasil”, comenta o autor.

Das 142 espécies que estão no livro só não temos fotos de duas, pois não se conhece foto desses animais vivos. O livro é agrupado por cores e padrões da pele das serpentes, ou seja, há a seção das cobras verdes, lisas, corais, com linhas e as manchadas. Junto com a foto e o nome científico do animal, a pessoa vai poder conferir ícones ilustrados que sintetizam todas as informações do animal, como horário de atividade, abundância na região, frequência em que se vê o animal na natureza, tipo de dentição, hábitos alimentares, tipo de comportamento defensivo entre outros. Existe também uma introdução sobre a biologia desses animais e a evolução pela qual passaram.

COMENTÁRIOS